Um olhar geográfico sobre a cidade e suas relações com a modernidade religiosa

Diogo da Silva Cardoso

Resumo


O presente artigo busca uma maneira de proceder no trabalho de campo em cidades médias e grandes sem que se perca a multiplicidade e imprevisibilidade que dão o tom da vida urbano-metropolitana. Fruto da complexidade, impessoalidade e fluidez das relações sociais e institucionais, a cidade está para além dos enfoques antropológicos essencialistas ou do ecologismo da Escola de Chicago, por exemplo. Para entender o atual ritmo urbano, é necessário aprofundar-se nessa fluidez, investigar as simultaneidades que caracterizam as redes sociais, as estratégias territoriais descontínuas, as representações geográficas, entre outros. Por se tratar de um texto conciso, focarei somente a cidade nas suas relações com a religião, dimensão que se alastrou na modernidade hodierna através de uma reinvenção das tradições e da criação de novas formas de crer e pertencer, fruto do diálogo inter-religioso e dos intercâmbios culturais com a cultura secular de massa.

Palavras-chave


Cidade; Redes sociais; Multiterritorialidade; Religião; Modernidade religiosa

Texto completo:

PDF