2017

IGREJA E PEDOFILIA: uma crítica cultural a partir dos mecanismos linguístico-avaliativos

Autor: Alex Luis dos Santos

Sobre o autor: Alex Luis dos Santos nasceu em São João del-Rey (MG), em 1985. Nessa cidade mineira conhecida, entre outras razões, pela religiosidade, começou a refletir a desarmonia entre as práticas supostamente desejadas e as efetivamente vivenciadas no catolicismo. Dessa reflexão surgiu o interesse pela relação discurso e religião. Graduou-se em Letras (2007-2011) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Na Graduação fez duas iniciações científicas, sendo as duas premiadas. Concluiu em 2013 o Mestrado na mesma instituição. Atualmente é doutorando em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde pesquisa a relação entre religião e gênero social, e Professor conteudista na Universidade Federal de Lavras (UFLA). Possui trabalhos publicados no Brasil, Bulgária, Dinamarca e Itália.

Formato: 17 x 24 cm (com orelhas de 7 cm)

Número de páginas: 136

ISBN: 978-85-99968-53-6

Ano de publicação: 2017

A religião, enquanto forma das mais importantes para entender o mundo e os acontecimentos da vida, pode ser compreendida, ainda hoje, como uma das principais instituições capazes de articular princípios e regras de conduta social. Isso não significa que o conjunto de condutas prescritas como desejáveis não possa ser infringido pela própria instituição. A admissão dessa situação não desconhece o sentido metafísico das práticas ritualísticas creditado por seus membros, nem desvincula necessariamente do sistema de verdade de que fazem parte essas práticas para subjugá-las aos critérios mais racionais da ciência, mas não exime a religião do que ela própria considera, do ponto de vista cristão, essencialmente secular, primariamente humano, como por exemplo, a avareza, a soberba e a luxúria. Igreja e pedofilia: uma crítica cultural a partir dos mecanismos linguístico-avaliativos prima por uma avaliação criteriosa e respeitosa de um tema caro em todos os sentidos a uma instituição de profundas raízes, cujo valor social encontra-se assomado à própria vida social: o envolvimento de clérigos católicos em casos de pedofilia. Ao tratar de uma abordagem relativamente nova e de um tema extremamente relevante social, cultural e religiosamente, o livro demonstra seu potencial para além do campo da Linguística, pois associa Sistema de Avaliatividade, conforme apontado por Martin e White (2005), Análise Crítica do Discurso, de acordo com Fairclough (2003) e estudos da religião.

 

Clique abaixo em PDF para ler as primeiras páginas do livro!          

Sumário

Versão digital completa

IGREJA E PEDOFILIA: uma crítica cultural a partir dos mecanismos linguístico-avaliativos PDF
Alex Luis dos Santos