Diferentes visões de desenvolvimento e de educação profissional e tecnológica

Luiz Augusto Caldas Pereira

Resumo


O material descrito na proposta utiliza como hipótese a possibilidade de se estabelecer uma correlação entre as diferentes visões de desenvolvimento e de educação profissional e tecnológica. A abordagem proposta, com base em recortes bem amplos, apresenta de um lado duas visões de desenvolvimento: uma denominada conservadora (ou clássica), cuja base é o reducionismo econômico (independente de no interior da mesma existir diferentes vertentes, de natureza não só econômica, mas políticas e ideológicas) e uma segunda, sustentável, construída a partir da crítica ao modelo de desenvolvimento industrial. Do outro lado, apresentamos duas visões de Educação Profissional e Tecnológica – (EPT): uma primeira denominada conservadora, pautada em um viés direcional, ou seja, guiada pelas demandas do mercado (atendimento aos interesses das elites econômicas e voltada para a transformação das estruturas de produção) e uma segunda denominada progressista, que se afirma na defesa de uma formação profissional centrada no homem em suas múltiplas dimensões e na prevalência dos interesses da sociedade. Ao final, assumimos a posição em defesa de uma EPT progressista com base no diálogo e na aproximação entre preceitos e princípios da sustentabilidade e da formação profissional. A abordagem está situada no espaço de atuação da Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica e dos Institutos Federais.