Direitos humanos e homofobia na escola: uma discussão mais que necessária de direito e respeito à diversidade de gênero

Gabriela do Rosario Silva, Nilvia Coutinho Gomes, Shirlena Campos de Souza Amaral, Amanda Leal Castelo Branco, Fernanda Zanon Silva Araújo, Sharlys Jardim da Silva Santos

Resumo


O presente trabalho é referente a um estudo que elenca e visa à emergência de reivindicações pela cultura de Direitos Humanos, bem como da sua inclusão na formação cidadã dos educandos, considerando a manifestação de diferentes movimentos sociais que defendem o direito à diversidade e respeito às diferenças, de distintas possibilidades de expressão e vivência social dos indivíduos dada por aspectos relacionados à orientação sexual, de gênero, dentre outros. Nessa perspectiva, a partir de pesquisa participativa, foi aplicado um questionário composto por cinco perguntas fechadas a 641 discentes do ensino médio regular do Colégio Estadual Liceu de Humanidades de Campos, com o objetivo de analisar como esses discentes se autodeclaram no que se refere à orientação sexual, se foram vítimas de homofobia ou se já praticaram ou presenciaram esse ato na escola, bem como se os mesmos consideram importante a temática homofobia ser trabalhada na escola. Podemos destacar como resultados dasanálises realizadas, que 90% dos discentes pesquisados se consideram heterossexual, aproximadamente 5% se consideram homossexual, 3% bissexual e 2% não informaram. O estudo também traz a revelação de que dos discentes pesquisados, aproximadamente 25% já foram vítimas de homofobia na escola, cerca de 70% elencaram já terem presenciado essa prática dentro e fora do contexto escolar e mais de 10% afirmaram já terem realizado essas práticas na escola. No que concerne à importância da temática ser abordada e trabalhada na escola, aproximadamente 80% dos discentes declararam ser de suma importância e de que anseiam por isso. Podemos considerar, que a experiência vivenciada por meio deste, nos mostra quão urgente se faz a promoção e as transformações nas condições atuais da profissão e do trabalho docente na Educação Básica, em especial, no que diz respeito à formação continuada dos professores para trabalhar com as questões que envolvem as intempéries sociais.


Palavras-chave


Direitos Humanos. Diversidade de Gênero. Educação Básica.