Saravá, Dobra-dura! Laboratório de Estudos sobre Performance: Relações etnico-raciais e diversidades

Alissan Maria da Silva

Resumo


A comunicação oral visa apresentar o projeto de pesquisa sobre performances culturais e artísticas em seus diálogos com as relações étnico-raciais e diversidades, que vem sendo articulado junto com alunos do curso de Licenciatura em Teatro. Atrelado ao Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas - NEABI - campus Campos Centro e pertencente ao NEASA, na Linha de Formação de professores, o projeto atua na intersecção dos campos das artes cênicas/estudos da performance, educação e formação docente em teatro, cujas relações ainda são muito pouco exploradas mediante o cunho eurocêntrico que historicamente ainda pauta a composição de nossos currículos. Os estudos da performance – como lente metodológica – é campo propício para investigação dessas experiências artístico-culturais por ter em seu caráter a possibilidade de interdisciplinaridade e multiplicidade de olhares. Além de corroborar para a proposta da construção de uma metodologia cartográfica – portanto, criadora e criativa, uma necessidade aos professores de teatro – se pauta ainda numa perspectiva ecológica de saberes, a qual um saber ou cultura se coloca em pé de igualdade com outra sem etnocentrismos ou processos de subalternização. O principal compromisso do projeto, ainda em fase inicial, é garantir espaço-tempo para estas produções na formação destes futuros docentes-artistas: Como ser agenciador da construção destes conhecimentos na articulação da leitura, da contextualização e da fruição em arte sem ter podido experimentá-los como eixos metodológicos básicos da arte-educação? Como tornar o que preconizam a leis 10.639/03 e 11.645/08 uma prática na formação destes futuros professores de teatro que atuarão na Educação Básica?


Palavras-chave


Formação docente. Performance. Diversidades.

Texto completo:

PDF