As relações comerciais no século XVIII e XIX entre Campos dos Goytacazes e Rio de Janeiro

  • Cristiano Pluhar

Resumo

A atual região Norte Fluminense possui importância ímpar à História comercial brasileira. Parte da Capitania de São Thomé ou Parahyba do Sul, após o erguimento da Vila de São Salvador dos Campos dos Goytacazes foi, durante séculos, movimentadora da economia regional. Seu primeiro ciclo financeiro movimentou-se, não com a produção de açúcar, e sim com a criação de gado para abastecer o Rio de Janeiro. Em um primeiro momento, através dos conhecidos tropeiros, em longas viagens costeando o Oceano Atlântico. Com o aumento da produção e sua diversificação, novos caminhos se fizeram necessários; assim surgem as alternativas fluviais e marítimas. Este projeto do Arquivo Público Municipal de Campos dos Goytacazes visa elucidar as alternativas de escoamento da produção local e evidenciar a relevância econômica, social e política da região. Seu desfecho ocorrerá no ano de 2011 com a publicação de uma obra sobre o assunto.

Biografia do Autor

Cristiano Pluhar
Licenciado Pleno em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, RS, Pesquisador do Arquivo Público Municipal de Campos dos Goytacazes, Professor da Rede Salesiana no Instituto Profissional Laura Vicunha, Campos dos Goytacazes, RJ e escritor. E-mail: cristianopluhar@hotmail.com.