Análise da cobertura vegetal do perímetro urbano de Campo Mourão por meio de índices de vegetação

Palavras-chave: Satélite, Vegetação, Monitoramento, Cobertura vegetal, Perímetro urbano

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar a vegetação do perímetro urbano de Campo Mourão, Paraná, no período de 03/07/2016 a 11/09/2018, utilizando os índices NDVI e SAVI. Os procedimentos metodológicos pautaram-se na seleção das imagens orbitais que não apresentaram nuvens sobre a área em estudo; gerar o NDVI; gerar o SAVI; confeccionar os box plots. Diagnosticou-se que o SAVI apresentou mais transições nas fases de evolução das culturas temporárias nas faces sul e norte. No que concerne à vegetação presente nos fundos de vale, o NDVI apresentou mais oscilações na vegetação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renan Valério Eduvirgem, Universidade Estadual de Maringá
Doutorando em Geografia pela Universidade Estadual do Maringá – Maringá/PR – Brasil. E-mail: georenanvalerio@gmail.com
Fernando Henrique Villwock, Universidade Estadual de Maringá
Doutorando em Geografia pela Universidade Estadual do Maringá – Maringá/PR – Brasil. E-mail: fernandovillwock@hotmail.com
Denis Cereja dos Santos, Universidade Estadual de Maringá
Mestrando em Geografia pela Universidade Estadual do Maringá – Maringá/PR – Brasil. E-mail: denis.santos193@hotmail.com
Matheus Vinicius dos Santos, Universidade Estadual de Maringá
Graduando em Geografia pela Universidade Estadual do Maringá – Maringá/PR – Brasil. E-mail: matheusvini.geo@gmail.com  
Laine Milene Caraminan, Universidade Estadual de Maringá
Mestranda em Geografia pela Universidade Estadual do Maringá – Maringá/PR – Brasil. E-mail:  caraminanlaine@gmail.com

Referências

BRASIL. Código Florestal Brasileiro. Lei no. 12.651, de 25 de maio de 2012. Diário Oficial da União, Brasília, 2012.

CHAVEZ, J. R. P. S. An improved dark-object subtraction technique for atmospheric scattering correction of multispectral data. Remote Sensing of Environment, v.24, p. 459-479, 1988.

EDUVIRGEM, R. V.; PERIÇATO, A. J.; SOARES, C. R. Análise do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada do córrego Lombo em Maringá, Paraná. Fórum Ambiental da Alta Paulista, v. 14, n. 2, p. 119-129, 2018.

HUETE, A. R. A soil-adjusted vegetation index (SAVI). Remote sensing of environment, v. 25, n. 3, p. 295-309, 1988.

IBGE. Cidades. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pr/campo-mourao/panorama. Acesso em: 15 dez. 2018.

MELO, E. T.; SALES, M. C. L.; OLIVEIRA, J. G. B. Aplicação do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) para análise da degradação ambiental da Microbacia Hidrográfica do Riacho dos Cavalos, Crateús-CE. RA´EGA, v. 23, p. 520-533, 2011.

PONZONI, F. J.; SHIMABUKURO, Y. E. Sensoriamento Remoto no estudo da vegetação. São José dos Campos, SP: Ed. Parêntese, 2009. 138 p

QGIS. User’s Guide QGIS 2.18.1. 2018. Disponível em: http://www.qgis.org/en/docs/. Acesso em: 1 out. 2018.

RODRIGUES, E. L. et al. Avaliação da cobertura vegetal por meio dos índices de vegetação SR, NDVI, SAVI e EVI na sub-bacia do Vale do Rio Itapecerica, Alto São Francisco, em Minas Gerais. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 16., 2013, Foz do Iguaçu, Paraná. Anais... p. 1472-1479.

RSTUDIO. RStudio: integrated development environment for R. Boston: RStudio, 2012. Disponível em: http://www.rstudio.com. Acesso em: 3 ago. 2018.

SANTOS, L. J. C. et al. Mapeamento Geomorfológico do Estado do Paraná. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 7, n. 2, p. 3-12, 2006.

SANTOS, T. C. C. et al. Comparação de modelos de correção atmosférica para imagem Wordview-2. Revista Brasileira de Cartografia, v. 69, n.2, p. 229-240, 2017.

Publicado
21-02-2020
Como Citar
EDUVIRGEM, R. V.; VILLWOCK, F. H.; SANTOS, D. C. DOS; SANTOS, M. V. DOS; CARAMINAN, L. M. Análise da cobertura vegetal do perímetro urbano de Campo Mourão por meio de índices de vegetação. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 13, n. 2, p. 305-316, 21 fev. 2020.
Seção
Artigos originais