Tecnologias de dessalinização de águas por osmose reversa: pesquisa bibliográfica e de patentes

Palavras-chave: Salinização, Osmose reversa, Dessalinização, Tratamento de água, Filtração

Resumo

Reduções de vazões médias de rios têm provocado a crescente salinização de rios e lençóis freáticos na região de São João da Barra, RJ. Este trabalho apresenta um levantamento bibliográfico e de patentes sobre as tecnologias de dessalinização de águas salobras e salinas, com osmose reversa, visando ao estabelecimento dos parâmetros de projeto para um dessalinizador. Com base neste levantamento, pôde-se concluir que as configurações dessas plantas são muito variadas e constituem arranjos específicos para aplicações específicas. Tais tecnologias são descritas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Amorim Ratamero, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ
Doutor em Engenharia Mecânica – Universidade de São Paulo. Professor Substituto no Instituto Politecnico do Rio de Janeiro, IPRJ- Rio de Janeiro/RJ, Brasil. E-mail: leandroratamero@gmail.com
Antônio José da Silva Neto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Ph.D. pela North Carolina State University, EUA. Professor Titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro/RJ, Brasil. E-mail: ajs_neto@uol.com.br  
Vicente de Paulo Santos de Oliveira, Instituto Federal Fluminense
Doutor em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: vsantos@iff.edu.br
David de Andrade Costa, Instituto Federal Fluminense
Mestre  em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) – São João da Barra/RJ – Brasil. E-mail: david.costa@iff.edu.br
Angélica de Souza Ferreira, CAPES
Mestre em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense)– Campus Macaé/RJ – Brasil. E-mail: angelfers@yahoo.com.br

Referências

AFFELD, C. et al. Downhole Desalination of Aquifer Water. US n. 2003/0230535A1, 2 jun. 2003, 18 dez. 2003.

BIRD, M. Water Desalination System. Bird. US n. 006083382A, 14 jan.1998, 4 jul. 2000.

CAETANO, E. Desenvolvimento de um protótipo de baixo custo para dessalinização de água salobra por osmose reversa. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) – Instituto Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes, RJ, 2017.

CAMPOS, A. et al. Dessalinizador Movido a Energia Solar. BR n.1O2013001233-5 A2, 17 jan. 2013, 22 out. 2013.

CANTÍDIO, M. C. M. et al. Estudo da viabilidade de implantação da dessalinização de água em município do semiárido nordestino. In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE HIDRÁULICA, 28., 2018, Buenos Aires. Buenos Aires: INA, 2018. p. 1-2.

CHEN, X.; YIP, N. Y. Supporting Information: Unlocking High-Salinity Desalination with Cascading Osmotically Mediated Reverse Osmosis: Energy and Operating Pressure Analysis. Environmental Science and Technolgy, California, v.4, n. 52, p. 2242−2250, 2018.

CONAMA. Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, n. 53, p. 58-63, 18 mar. 2005.

DAVENPORT, D. M. et al. High-Pressure Reverse Osmosis for Energy-Efficient Hypersaline Brine Desalination: Current Status, Design Considerations, and Research Needs. Environmental Science and Technolgy Letters, California, v. 5, n. 8, p. 467-475, 2018.

DOW. Basics of RO and NF: Principle of Reverse Omosis and Nanofiltration. Form n. 609-02003-1004. 2019. Disponível em: http://msdssearch.dow.com/PublishedLiteratureDOWCOM/dh_003b/0901b8038003b454.pdf?filepath=liquidseps/pdfs/noreg/609-02003.pdf%26fromPage=GetDoc. Acesso em: 15 jan. 2019.

EFRATI, A. Aparelho para a Dessalinização Sequencial Consecutiva de Circuito Fechado Contínua de uma Solução de Água Salgada pela Osmose Reversa e Método para a Dessalinização Sequencial Consecutiva de Circuito Fechado Contínua de uma Solução de Água Salgada pela Osmose Reversa Utilizando um ou Mais Módulos de Dessalinização. BR n.Pl 0511405-5 A, 23 jun. 2005, 4 dez. 2007.

ELYANOW, I. et al. Water Desalination Plant and System for the Production of Pure water and Salt. US n. 2010/0163471 A1, 30 dez. 2008, 1 jul. 2010.

FISCHER, E. K. et al. Estudo morfológico e estrutural do nanocompósito grafeno/hidrotalcita. In: SIMPÓSIO CIENTÍFICO SOBRE RECURSOS NATURAIS, 2., 2018, Dourados, MS. Mato Grosso do Sul: UEGS, 2018. p. 1-1.

GALDINO, S. M. et al. Estudo prospectivo de tecnologias potenciais para a solução da crise hídrica no brasil. Cadernos de Prospecção, Salvador, v. 11, Edição Especial, p.198-210, 2018.

GAMBIER, A.; BADREDDIN, E. Control of small reverse osmosis desalination plants with feed water bypass. In: 2009 IEEE CONTROL APPLICATIONS (CCA); INTELLIGENT CONTROL (ISIC), 2009, St. Petersburg, Russia. DOI: 10.1109/CCA.2009.5281041. Disponível em: https://ieeexplore.ieee.org/document/5281041/authors#authors. Acesso em: 15 jan. 2019.

GERVASONI, R.; KRIGUEL, K.; SOUZA, M. E. Perfomance de um sistema piloto de ultrafiltração para pré-tratamento de osmose reversa para água salobra, Litoral do Paraná. In: CONGRESSO INTERAMERICANO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, 27., 2017, São Paulo. Rio de Janeiro: ABES, 2017. p. 1-6.

GONÇAVES JÚNIOR, E. R.; GONÇALVES, V. S. Grafeno e suas aplicações no desenvolvimento de inovações tecnológicas: uma análise bibliométrica. Perspectivas da Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, v.10, p. 81-97, 2018.

GRAHAM, W. Water Desalination. US n. OO6139750A, 13 dez. 1996, 31 out. 2000.

KAWASAKI. Water Purification System: Membrane Filtration, reverse Osmosis Seawater Desalination Sysytem. Disponível em: http://global.kawasaki.com/en/industrial_equipment/environment_recycling/water/clean.html. Acesso em: 15 jan. 2019.

MAHMOUD, K. A. et al. Functional graphene nanosheets: The next generation membranes for water desalination. Desalination, v. 356, p. 209-217, 2014.

MAYS, L. W. Water Resources Engineering. 2. ed. Nova Jersey: Willey, 2010. 928 p.

MAZZONI CAMPOS, D. Equipamento Individual para Osmose Reversa. BR n. 202014014017-0 U2, 5 jun. 2014, 27 fev. 2018.

MOURA, J. P. et al. Aplicações do processo de osmose reversa para o aproveitamento de água salobra do semi-árido nordestino. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 15., 2008, Natal, RN. São Paulo: ABAS, 2008a. p. 1-25.

MOURA, J. P. et al. Estudo de caso do pré-tratamento físico–químico utilizando membrana de microfiltração e ácido clorídrico em sistemas de dessalinização via osmose reversa. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 15., 2008, Natal, RN. São Paulo: ABAS, 2008b. p. 1-4.

MOURA, J. P.; FRANÇA, K. B.; SILVA, J. N. Estudo de dessalinizadores por osmose reversa acionados por painéis fotovoltaicos como forma de contribuição para o semi-arido nordestino. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 15., 2008, Natal, RN. São Paulo: RAS, 2008c. p. 1-10.

PEIG, D. B.; RAMOS, M. P. Aproveitamento e destino do concentrado de processos de separação por membranas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 16., 2008, São Luis, MA. São Paulo: ABAS, 2010. p. 1-11.

PETRAGLIA, H. Conjunto Dessalinizador Móvel. BR n. 202018002446-4 U2, 5 fev. 2018, 21 ago. 2018.

QUEIROZ, F. R. M. Sistemas de membranas de microfiltração/nanofiltração e ultrafiltração/osmose inversa: uma alternativa para a redução do nitrato em águas doces e salobras. 2017. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB, 2017.

SILVA, P. F. B. S. Confecção e caracterização de membrana para dessalinização de água a partir de rede de nanotubos de carbono. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Materiais) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2017.

SUASSUNA, J. Contribuição ao estudo hidrológico do semiárido nordestino. Recife: FUNDAJ, 1999.

VIANA, M. S.; FRAIDENRAICH, N.; VILELA, O. C. Modelagem analítica para sistemas de dessalinização por osmose reversa acionados por energia solar fotovoltaica: análise de sensibilidade. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENERGIA SOLAR, 7., 2018, Gramado. Porto Alegre: UFRGS, 2018. p. 133-142.

VIEIRA, R. R. Sistema de energia renovável para dessalinização de água. 2018. Dissertação (Mestrado em Controle e Automação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

VOLKER, M. Dispositivo de Osmose Reversa. BR n. PI1104058-0 A2, 22 ago. 2011, 22 jan. 2013.

VOUTCHKOV, N. Desalination engineering planning and design. New York: McGraw-Hill, 2013.

WOBBEN, A. Processo e Dispositivo para a Dessalinização Contínua de Água por Meio de osmose Reversa. BR n. PI 0315852-7 A, 21 jul. 2003, 20 set. 2005.

Publicado
21-02-2020
Como Citar
RATAMERO, L. A.; NETO, A. J. DA S.; OLIVEIRA, V. DE P. S. DE; COSTA, D. DE A.; FERREIRA, A. DE S. Tecnologias de dessalinização de águas por osmose reversa: pesquisa bibliográfica e de patentes. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 13, n. 2, p. 246-260, 21 fev. 2020.
Seção
Artigos de revisão