A falta de saneamento rural no Brasil: A inserção de efluentes na Lagoa Feia – Quissamã/RJ de forma antrópica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19180/2177-4560.v14n12020p98-110

Palavras-chave:

Lagoa Feia, Corpos hídricos, Efluente, Saneamento básico e antrópico

Resumo

O crescimento desordenado e a falta de saneamento básico vêm acarretando a poluição do meio ambiente; com isso, surgem diversas problemáticas relacionadas à inserção de efluentes em corpos hídricos de forma antrópica, o que leva a baixa qualidade de saúde pública e degradação do meio. O presente artigo tem por objetivo realizar uma revisão histórica conceitual sobre a inserção de efluentes de forma antrópica na Lagoa Feia, Quissamã-RJ, a fim de compreender e descrever os aspectos sanitários, ambientais, técnicos e sociais inerentes ao sistema de efluentes sanitários das comunidades que residem no entorno desse corpo hídrico. Além disso, busca-se caracterizar a situação histórica da água da lagoa no decorrer dos anos com a metodologia de revisão bibliográfica sobre o tema abordado, o que levou à conclusão que de fato há inserção de efluentes no corpo hídrico de forma antrópica pela comunidade que reside no entorno da Lagoa Feia e, de forma secundária, por contaminação por seus afluentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Guilherme Terra dos Santos, Instituto Federal Fluminense

Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária pela Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora, FSMA – Macaé/RJ – Brasil – E-mail: p.guilhermesms@hotmail.com

Downloads

Publicado

16-04-2020

Como Citar

TERRA DOS SANTOS, P. G. A falta de saneamento rural no Brasil: A inserção de efluentes na Lagoa Feia – Quissamã/RJ de forma antrópica. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 98–110, 2020. DOI: 10.19180/2177-4560.v14n12020p98-110. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/15348. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos de revisão