Levantamento das abordagens de modelagem matemática ou modelagem computacional para o estudo e avaliação de mitigação de inundações em áreas urbanas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19180/2177-4560.v15n22021p03-18

Palavras-chave:

Drenagem urbana, Modelagem hidrológica, Infraestruturas sustentáveis, Revisão sistemática

Resumo

As inundações têm sua causa ligada à urbanização desordenada e à falta de sistemas de drenagem adequados, que geram alterações no escoamento superficial. As técnicas mitigatórias de inundações têm sido uma forma de amenizar o problema, e o estudo de implantação dessas técnicas torna-se relevante para a escolha das medidas mais eficientes para cada situação. O uso de modelos hidrológicos matemáticos e computacionais ajuda nessa análise, sendo possível simular em diferentes cenários a implementação dessas técnicas. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo apresentar um breve histórico da modelagem hidrológica e os principais conceitos na temática de mitigação de inundações, além de uma revisão sistemática que responda à seguinte questão de pesquisa: Como são avaliadas com ferramentas de modelagem matemática ou computacional as propostas de mitigação de inundações em áreas urbanas? A revisão sistemática aponta para a lacuna existente, isto é, a necessidade de mais estudos nessa temática, visto que os estudos analisados, em sua maioria, não geram como resultado uma ferramenta computacional capaz de auxiliar no processo de decisão das técnicas a serem utilizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Carneiro Rangel, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Doutoranda em Modelagem e Tecnologia para Meio Ambiente Aplicadas em Recursos Hídricos (AmbHidro) pelo Instituto Federal Fluminense - Campos dos Goytacazes-RJ - Brasil.

Jader Lugon Junior, Instituto Federal Fluminense

Doutor em Modelagem Computacional (UERJ).  Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - campus Macaé (RJ) – Brasil.

Wagner Rambaldi Telles, Universidade Federal Fluminense

Doutorado em Modelagem Computacional pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professor da Universidade Federal Fluminense , Brasil.

Simone Vasconcelos Silva, Instituto Federal Fluminense

Doutorado em Computação pela Universidade Federal Fluminense. Professora Titular do Instituto Federal Fluminense - Brasil.

Antônio José da Silva Neto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutorado em Engenharia Mecânica pela North Carolina State University, Estados Unidos. Professor Titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Brasil.

Referências

ALMEIDA, L.; SERRA, J. C. V. Modelos hidrológicos, tipos e aplicações mais utilizadas. Revista FAE, Curitiba, v. 20, n. 1, p. 129 - 137, jan./jun. 2017. Disponível em: https://revistafae.fae.edu/revistafae/article/view/113. Acesso em: 15 mai. 2021.

CONTRERAS-BEJARANO, O.; VILLEGAS-GONZÁLEZ, P. A. Techos verdes para la gestión integral del agua: caso de estudio Chapinero. Tecnología y ciencias del agua, Colombia, v. 10, p. 282 - 318, 2019. DOI: 10.24850/j-tyca-2019-05-11. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/pdf/tca/v10n5/2007-2422-tca-10-05-282-en.pdf. Acesso em: 23 jun. 2021.

FORMIGA, K. T. M.; CARVALHO, M.; SILVA, K. A.; SOARES, A. K. Calibração do Storm Water Management Model (SWMM) utilizando algoritmos evolucionários multiobjetivo. Eng. Sanit. Ambient., Rio de Janeiro, v. 21, n. 4, p. 697 - 707, dez. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-41522016000400697&lng=en&nrm=iso. Acesso em 05 mai. 2021.

GAO, J., WANG, R., LIU, M. Application of BMP to urban runoff control using SUSTAIN model: Case study in na industrial area. Ecological Modelling, v. 318, p. 177 - 183, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ecolmodel.2015.06.018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0304380015002677. Acesso em: 06 jun. 2021.

JAMBO, J. B. Uso do conceito WSUD (Water Sensitive Urban Design) na transição para cidades “sensíveis” à Água. Um estudo de caso de Teresópolis, RJ. Projeto de Graduação (Engenharia Civil) –Escola Politécnica / UFRJ, Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: http://repositorio.poli.ufrj.br/monografias/monopoli10021431.pdf. Acesso em: 08 mai. 2021.

LANCIA, M.; ZHENGA, C.; HEC, X.; LERNERA, D.; ANDREWSA, C.; TIANA, Y. Hydrogeological constraints and opportunities for “Sponge City” development: Shenzhen, southern China. Journal of Hydrology: Regional Studies, v. 28, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ejrh.2020.100679. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2214581819303222. Acesso em: 30 jun. 2021.

LATIFI, M.; RAKHSHANDEHROO, G.; NIKOO, M.; SADEGH, M. A game theoretical low impact development optimization model for urban storm water management. Journal of Cleaner Production, v. 241, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2019.118323. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0959652619331932. Acesso em: 11 jun. 2021.

LI, Y.; LI, H.; HUANG, J.; LIU, C. An approximation method for evaluating flash flooding mitigation of sponge city strategies - A case study of Central Geelong. Journal of Cleaner Production, v. 257, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2020.120525. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0959652620305722. Acesso em: 23 mai. 2021.

LU, W.; QIN, X. S.; JUN, C. A Parsimonious Framework of Evaluating WSUD Features in Urban Flood Mitigation. Journal of Environmental Informatics, v. 33, p. 17 – 27, 2017. DOI: https://doi:10.3808/jei.201700373. Disponível em: https://dr.ntu.edu.sg/bitstream/10220/49264/1/A%20Parsimonious%20Framework%20of%20Evaluating%20WSUD%20Features%20in%20Urban%20Flood%20Mitigation.pdf. Acesso em: 02 jun. 2021.

MANI, M.; BOZORG-HADDAD, O.; LOÁICIGA, H. A new framework for the optimal management of urban runoff with low-impact development stormwater control measures considering service-performance reduction. Journal of Hydroinformatics, v. 21, p. 727 - 744, 2019. DOI: https://doi.org/10.2166/hydro.2019.126. Disponível em: https://iwaponline.com/jh/article/21/5/727/68968/A-new-framework-for-the-optimal-management-of. Acesso em: 23 mai. 2021.

MOHER, D.; LIBERATI, A.; TETZLAFF, J., ALTMAN, D.G. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement. PLoS Med 6, v. 7, 2009. DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pmed.1000097.

MONTE, B. E. O.; COSTA, D. D.; CHAVES, M. B.; MAGALHÃES, L. O.; UVO, C. B. Modelagem hidrológica e hidráulica aplicada ao mapeamento de áreas inundáveis. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 152 - 167, jan./mar. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.21168/rbrh.v21n1.p152-167. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbrh/a/S96LJwXfz7GKqDGjxTK84rJ/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 jun. 2021.

PARISI, S. A. Análise da capacidade de infiltração para atenuação de alagamento em um ponto crítico na cidade do Recife. 2019. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Escola Politécnica de Pernambuco, Universidade de Pernambuco, Recife, 2019.

TUCCI, C. E. M.; VILLANUEVA, A.O. N. Flood control measures in União da Vitoria and Porto União: structural vs. non-structural measures. Urban Water, v. 1, p. 177 - 182, 1999. DOI: https://doi.org/10.1016/S1462-0758(00)00012-1. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1462075800000121. Acesso em: 01 mai. 2021.

YANG, Y.; CHUI, T. F. M. Rapid assessment of hydrologic performance of low impact development practices under design storms. Journal of the American Water Resources Association, v. 54, n. 3, p. 613 - 630, 2018. DOI: https://doi.org/10.1111/1752-1688.12637. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/1752-1688.12637. Acesso em: 22 jun. 2021.

ZANANDREA, F.; SILVEIRA, A. L. L. Uso de técnicas de low impact development no controle de impactos hidrológicos. Eng. Sanit. Ambient, Rio de Janeiro, v. 24, n. 6, p. 1195 - 1208, dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-41522019188729. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-41522019000601195&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 03 mai. 2021.

Downloads

Publicado

31-12-2021

Como Citar

CARNEIRO RANGEL, L.; LUGON JUNIOR, J.; RAMBALDI TELLES, W.; VASCONCELOS SILVA, S.; JOSÉ DA SILVA NETO, A. Levantamento das abordagens de modelagem matemática ou modelagem computacional para o estudo e avaliação de mitigação de inundações em áreas urbanas. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 03–18, 2021. DOI: 10.19180/2177-4560.v15n22021p03-18. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16316. Acesso em: 28 set. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)