Agrotóxicos na Água Potável: Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana

Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana

Palavras-chave: Agrotóxicos, Qualidade dá água, água potável, Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana

Resumo

O setor agropecuário brasileiro, apoiado principalmente na produção de commodities para exportação, tem o uso intensivo de agrotóxicos como um de seus pilares. O uso intensivo de agrotóxicos está frequentemente associado a uma miríade de problemas ambientais e a diversos impactos na saúde humana. Com base em pesquisa publicada recentemente que identificou a presença de 27 agrotóxicos em amostras de água potável de municípios localizados em diferentes partes do Brasil, mapeamos a contaminação da água potável em 18 municípios da Bacia do Rio Itabapoana. Além disso, apresentamos uma visão geral das principais culturas cultivadas na Bacia do Rio Itabapoana. A partir desse panorama, identificamos lavouras que fazem uso intensivo de agrotóxicos, como café, milho, cana-de-açúcar, tomate, laranja e abacaxi. Além disso, identificamos também que, nos últimos 40 anos, mais de duas mil pessoas foram intoxicadas na Bacia do Rio Itabapoana. A presença de agrotóxicos na água para consumo humano em cinco municípios da Bacia do Itabapoana sugere que os municípios dessa região carecem de políticas públicas e investimentos tecnológicos voltados à modernização e à sustentabilidade dos processos produtivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ednilson Gomes Souza Junior, Instituto Federal Fluminense
Doutorado em Políticas Sociais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Mestrado em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal Fluminense - Brasil.

Referências

AGENDA 2030. Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. 2020. Disponível em http://www.agenda2030.org.br/ods/6/ Acesso em dez. 2020

ARANHA, A., ROCHA, L. “Coquetel” com 27 agrotóxicos foi achado na água de 1 em cada 4 municípios. Por Trás do Alimento, 2019. Disponível em https://portrasdoalimento.info/2019/04/15/coquetel-com-27-agrotoxicos-foi-achado-na-agua-de-1-em-cada-4-municipios/ Acesso em dez. 2020

ANVISA. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) - Plano Plurianual 2017-2020/Ciclo 2017/2018. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 2019. Disponível em https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/agrotoxicos/programa-de-analise-de-residuos-em-alimentos Acesso em dez. 2020

AUGUSTO, L. et al. Saúde, Ambiente e Sustentabilidade. In Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde / Organização de Fernando Ferreira Carneiro, Lia Giraldo da Silva Augusto, Raquel Maria Rigotto, Karen Friedrich e André Campos Búrigo. - Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular, 2015.

BRASIL. lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997 - Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos. Brasília, 1997. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9433.htm Acesso em dez. 2020

BOMBARDI, L., Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia (Edição revista). São Paulo: FFLCH - USP, 2019

CARNEIRO, F. et al. Segurança Alimentar e Nutricional e Saúde. In Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde / Organização de Fernando Ferreira Carneiro, Lia Giraldo da Silva Augusto, Raquel Maria Rigotto, Karen Friedrich e André Campos Búrigo. - Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular, 2015.

CERQUEIRA, A. P. L. O Estágio Rural como meio de sensibilização e envolvimento da comunidade dos municípios de Caparaó e Alto Caparaó/MG na busca da melhoria da qualidade de suas águas. Monografia de Especialização em Gerenciamento de Recursos Hídricos, Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG, 2010

CONTI, C. L. et al. Increased Beck Depression Inventory Score among Coffee Growers Pesticide Applicators. Clin Psychiatry 2017, 3: 1. doi: 10.21767 / 2471-9854.100034

DATASUS. Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN (intoxicações exógenas). 2020. Disponível em http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=0203&id=29892176&VObj=http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sinannet/cnv/Intox Acesso em dez. 2020

DERANI,C. SCHOLZ, M. A Injustiça Ambiental das Externalidades Negativas das Monoculturas para Commodities Agrícolas de Exportação no Brasil. Rev. de Direito Agrário e Agroambiental, Maranhão, v. 3, n. 2, p. 1-25, Jul/Dez. 2017

EMATER. Acompanhamento Sistemático da Produção Agrícola – ASPA. 2019. Disponível em http://www.emater.rj.gov.br/images/municipios2019.htm Acesso em dez. 2020

EMATER. Portal do Café de Minas. 2018. Disponível em http://portaldocafedeminas.emater.mg.gov.br/#inicio acesso em dez. 2020

FREITAS, H. Governo não divulga dados de 72% dos agrotóxicos, protegendo multinacionais. Por trás do alimento, 2020. Disponível em https://portrasdoalimento.info/2020/11/26/governo-nao-divulga-dados-de-72-dos-agrotoxicos-protegendo-multinacionais/ Acesso em jan. 2021

FONSECA, B. et al. Empresas escondem intoxicações de trabalhadores rurais por agrotóxico. Por trás do alimento, 2020. Disponível em https://portrasdoalimento.info/2020/09/21/empresas-escondem-intoxicacoes-de-trabalhadores-rurais-por-agrotoxico/ Acesso em jan. 2021

GURGEL, A., SANTOS, M., GURGEL, I. (Org.). Saúde do Campo e Agrotóxicos: Vulnerabilidades Socioambientais, Político-institucionais e Teórico-metodológicas. Recife : Ed. UFPE, 2019

INCAPER. Café com sustentabilidade: uma combinação premiada no Caparaó Capixaba. 2016. Disponível em https://incaper.es.gov.br/Not%C3%ADcia/cafe-com-sustentabilidade-uma-combinacao-premiada-no-caparao-capixaba Acesso em dez. 2020

INCAPER. Lavoura e floresta: Sistemas Agroflorestais são tema de seminário no Caparaó. 2019. Disponível em https://incaper.es.gov.br/Not%C3%ADcia/lavoura-e-floresta-sistemas-agroflorestais-sao-tema-de-seminario-no-caparao Acesso em dez. 2020

INCAPER. Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural - PROATER 2020-2023 (relatórios individuais de cada município da bacia do Itabapoana). 2020. Disponível em https://incaper.es.gov.br/proater Acesso em dez. 2020

PEDLOWSKI, M. Governo Bolsonaro e sua agenda tóxica resultaram na liberação recorde de 945 agrotóxicos no biênio 2019-2021. Blog do Pedlowski, 2021. Disponível em https://blogdopedlowski.com/2021/01/01/governo-bolsonaro-e-sua-agenda-toxica-resultaram-na-liberacao-recorde-de-945-agrotoxicos-no-bienio-2019-2021/ Acesso em jan. 2021

PEREIRA, L., OLIVEIRA, I. Geografia do Comércio Internacional, Exportações e Transportes de Commodities Agrícolas no Brasil. Revista Geosul, Florianópolis, v. 34, n. 71 - Dossiê Agronegócios no Brasil, p. 328-355, Abril. 2019. http://doi.org/10.5007/1982-5153.2019v34n71p328

POR TRÁS DO ALIMENTO. Você bebe agrotóxicos? Descubra se a água da sua torneira foi contaminada, de acordo com dados do Sisagua. Por Trás do Alimento, 2019a. Disponível em https://portrasdoalimento.info/agrotoxico-na-agua/ Acesso em dez. 2020

POR TRÁS DO ALIMENTO. Conheça os 27 agrotóxicos encontrados na água que abastece as cidades do Brasil. Por Trás do Alimento, 2019b. Disponível em https://portrasdoalimento.info/2019/04/12/conheca-os-27-agrotoxicos-encontrados-na-agua-que-abastasse-as-cidades-do-brasil/ Acesso em dez. 2020

POR TRÁS DO ALIMENTO. Laranja, pimentão e goiaba: alimentos campeões de agrotóxicos acima do limite. Por trás do alimento, 2020. Disponível em https://portrasdoalimento.info/2020/10/22/laranja-pimentao-e-goiaba-alimentos-campeoes-de-agrotoxicos-acima-do-limite/ Acesso em jan. 2021

PORTAL, T.P. et al. An integrated assessment of water quality in a land reform settlement in northern Rio de Janeiro state, Brazil. Heliyon v5., n.3, Article Nowe01295, 2019. Acesso em jan. 2021.

PROJETO MANAGÉ. Projeto Managé - Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável da Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana. 2001. Disponível em https://oitabapoanense.blogspot.com/2018/02/projeto-manage.html Acesso em dez. 2020

SIQUEIRA, H. et al. Transição agroecológica e sustentabilidade dos agricultores familiares do Território do Caparaó-ES. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 5, n. 2, p. 247-263, ISSN: 1980-9735, 2010

SIQUEIRA, H., SOUZA, P. O sistema orgânico e a cafeicultura familiar do Caparaó-ES: alternativa para a sustentabilidade socioeconômica? Custos e @gronegócio on line - v. 8, n. 2 – Abr/Jun - 2012.

Publicado
31-12-2021
Como Citar
SOUZA JUNIOR, E. G. Agrotóxicos na Água Potável: Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana: Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana . Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 15, n. 2, p. 60-74, 31 dez. 2021.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##