Redes de conhecimento : sistemas regionais de inovação sócio-ambiental

Autores

  • Marcelo Macedo Valinhas
  • Margarete da Silva Ramos
  • Marcelo Lopes Esteves

DOI:

https://doi.org/10.5935/2177-4560.20090002

Palavras-chave:

Redes de conhecimento. Comunidades pesqueiras. Macaé/Rio de Janeiro

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar as Redes de conhecimento à luz das ações executadas por dois projetos ambientais relacionados às comunidades pesqueiras que atuam no município de Macaé. Os seguintes aspectos relacionados à estrutura e dinâmica destas Redes de conhecimento foram analisados: atores institucionais envolvidos; o caráter regional e o tipo de rede em construção; fluxos e tipos de conhecimento; o aspecto formal e informal das redes; os atores que tomaram a iniciativa e articulam atualmente estas redes; e a construção de confiança técnica. Apesar de a implantação de Redes de conhecimento nos projetos analisados requerer algumas adaptações, de modo a enfatizar os princípios de descentralização, conectividade, multi-liderança, transparência, cooperação e interdependência, e de ter sido verificado um baixo grau de articulação e de cooperação entre os projetos, as Redes de conhecimento aqui analisadas vêm propiciando um incremento do fluxo de conhecimento e a aproximação entre técnicos, pesquisadores e camadas sociais afetadas pelo processo de urbanização na região, acelerado em função das atividades da indústria do petróleo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Macedo Valinhas

Mestre em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal Fluminense.

Margarete da Silva Ramos

Mestre em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal Fluminense.

Marcelo Lopes Esteves

Graduado em Engenharia Sanitária pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Downloads

Como Citar

VALINHAS, M. M.; RAMOS, M. da S.; ESTEVES, M. L. Redes de conhecimento : sistemas regionais de inovação sócio-ambiental. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 29–40, 2010. DOI: 10.5935/2177-4560.20090002. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/2177-4560.20090002. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos originais