Produção de mudas de árvores nativas na região Norte Fluminense

  • Bruno Cananéa Lopes
  • Cláudio Wagner Sales
  • Cristiano Peixoto Maciel
  • Laert Guerra Werneck
  • Rogério Silva Burla
Palavras-chave: Mata Atlântica. Plantio de árvores nativas. Mudas. Reserva legal.

Resumo

Este trabalho investiga se a capacidade instalada de produção de mudas na região norte do Estado do Rio de Janeiro é suficiente para suprir as exigências mínimas impostas pela lei para a preservação de árvores nativas. A legislação brasileira determina Áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal (RL) que deveriam ter a biodiversidade de suas formações vegetais preservada. Para que isto se cumpra, é necessário que a disponibilidade de mudas de espécies arbóreas nativas seja suficiente em quantidade e qualidade. Os dados apurados apontam a necessidade de subsidiar a oferta de mudas para viabilizar o atendimento à legislação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Cananéa Lopes
Mestrando em Engenharia Ambiental pelo IFF. Biólogo
Cláudio Wagner Sales
Mestrando em Engenharia Ambiental pelo IFF. Téc. em Química, INB (Indústria Nucleares do Brasil)
Cristiano Peixoto Maciel
Mestrando em Engenharia Ambiental pelo IFF. Téc. em Meio Ambiente, UENF
Laert Guerra Werneck
Mestrando em Engenharia Ambiental pelo IFF. Eng. Agrônomo, Biólogo e Extensionista Rural da Emater-Rio
Rogério Silva Burla
Mestrando em Engenharia Ambiental pelo IFF. Eng. Agrônomo, UPEA, IFF
Como Citar
LOPES, B. C.; SALES, C. W.; MACIEL, C. P.; WERNECK, L. G.; BURLA, R. S. Produção de mudas de árvores nativas na região Norte Fluminense. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 3, n. 2, p. 61-74, 11.
Seção
Artigos originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>