Presença de microcistina durante eventos de florações de microalgas na Lagoa de Araruama

Autores

  • Manildo Marcião de Oliveira
  • Maria Helena Campos Baeta Neves
  • Rodolpho Mattos Albano
  • Jayme da Cunha Bastos
  • Moacelio Veranio Silva Filho

Palavras-chave:

Cianobactérias. Florações. Toxinas.

Resumo

Florações de microalgas são fenômenos que, não obstante as possíveis causas naturais, são produzidas por ações antropogênicas. Na Lagoa de Araruama, florações ocorridas em 2005 e em anos subsequentes provocaram profunda mudança na comunidade fitoplanctônica1, desencadeando eventos de mortandade de toneladas de peixes associada à baixa dos teores de oxigênio dissolvido. Além deste, outro efeito nocivo associado às florações é a produção de toxinas tais como as ficotoxinas, produzidas por microalgas eucariotas, e as cianotoxinas, produzidas por cianobactérias. Amostras de peixes (tainha e savelha) e de seston2 apresentaram teores de microcistina pelo ensaio imunoenzimático (ELISA), e uma amostra de seston (São Pedro d’Aldeia em 22/08/07), em período não relacionado à mortandade de peixes, apresentou células que possuem genes que codificam a microcistina sintetase, enzima responsável pela síntese de microcistina. A sucessão de microalgas com concomitante presença de cianobactérias potencialmente tóxicas aponta para o risco de exposição crônica por parte da população que utiliza peixe como principal fonte de proteína.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manildo Marcião de Oliveira

Núcleo de Pesquisa em Gestão Ambiental - Unidade de Pesquisa e Extensão Agro-Ambiental – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense – campus Campos-Centro, Campos dos Goytacazes-RJ, Brasil.

Maria Helena Campos Baeta Neves

Departamento de Oceanografia Biológica - Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira – IEAPM.

Rodolpho Mattos Albano

Departamento de Bioquímica – Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes - IBRAG - Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

Jayme da Cunha Bastos

Departamento de Bioquímica – Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes - IBRAG - Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

Moacelio Veranio Silva Filho

Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana – Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - ENSP - Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, M. M. de; NEVES, M. H. C. B.; ALBANO, R. M.; BASTOS, J. da C.; SILVA FILHO, M. V. Presença de microcistina durante eventos de florações de microalgas na Lagoa de Araruama. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 35–45, 2012. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/2177-4560.20110002. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)