Entre concepções e políticas: uma análise sobre a contribuição da política CT&I para o desenvolvimento sustentável brasileiro

  • Vania Martins Pereira
Palavras-chave: Desenvolvimento. Política. Inovação.

Resumo

O artigo analisa primeiramente o surgimento do conceito de desenvolvimento sustentável e suas vertentes. Posteriormente, avalia a importância de políticas voltadas para a questão, como a de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) e de educação. Atualmente é dado o enfoque da sustentabilidade na análise do papel da CT&I pela busca do desenvolvimento. Teorias econômicas e experiências internacionais observam que o papel da inovação no processo produtivo, advindo de uma boa qualificação profissional, contribuem para o desenvolvimento sustentado e sustentável de um país. Seguindo novos paradigmas e tendências internacionais, apresenta-se o Programa Ciência sem Fronteiras,como parte do conjunto atual de ações em CT&I. Com uma breve análise sobre a viabilidade e os desafios para a consecução dessa ação governamental, são indicados alguns mecanismos institucionais que devem ser observados para a efetividade do Programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vania Martins Pereira
Mestranda em Desenvolvimento Sustentável, na área de concentração de Política e Gestão de C&T, do CDS/UnB. Especialista em Direitos Humanos pela UCB. Com bacharelado em Ciências Sociais/ habilitação em Antropologia e licenciatura em Ciências Sociais pela UnB.Atualmente, é analista em ciência e tecnologia do CNPq e encontra-se licenciada para assuntos particulares no cargo de professora na SEDF. Foi técnica em assuntos educacionais na ENAP, educadora social em meio ambiente na SEDEST-DF, antropóloga na OSCIP IDESPA, escriturária no BB e estagiária, inicialmente, na FUNAI.
Publicado
17-02-2014
Como Citar
PEREIRA, V. M. Entre concepções e políticas: uma análise sobre a contribuição da política CT&I para o desenvolvimento sustentável brasileiro. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 7, n. 2, p. 89-100, 17 fev. 2014.
Seção
Artigos originais