Impacto da ação antrópica na qualidade da água da represa de Juturnaíba – Silva Jardim/RJ

  • Marla Regina Domingues de Morais Instituto Federal Fluminense
  • Manildo Marcião Oliveira Instituto Federal Fluminense
  • Vicente de Paulo Santos de Oliveira Instituto Federal Fluminense
Palavras-chave: Represa de Juturnaíba. Qualidade da água. Bacia do rio São João. Bacia. CONAMA 357.

Resumo

A Represa de Juturnaíba, localizada entre os municípios de Silva Jardim e Araruama, é o único manancial de água doce que abastece toda a Região dos Lagos fluminense. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade da água do reservatório de Juturnaíba por meio de análises físico-químicas e microbiológicas realizadas a montante nos rios, comparando-as com a qualidade a jusante, a fim de identificar sua hidrodinâmica. Foram feitas seis coletas em seis pontos estratégicos. O afluente com maiores restrições na qualidade da água foi o rio Capivari. O rio com melhor qualidade da água foi o São João.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marla Regina Domingues de Morais, Instituto Federal Fluminense
Mestranda em Engenharia Ambiental (IFF). Especialista em Gestão e Auditoria Ambiental. Professora da Rede Estadual de Ensino - Casimiro de Abreu/RJ - Brasil.
Manildo Marcião Oliveira, Instituto Federal Fluminense
Doutor em em Ciências – Área de Concentração: Biociências Nucleares - UERJ - Professor IFF
Vicente de Paulo Santos de Oliveira, Instituto Federal Fluminense
Doutor em Engenharia Agrícola - Universidade Federal de Viçosa - Pró-Reitor do IFF
Publicado
30-12-2016
Como Citar
MORAIS, M. R. D. DE; OLIVEIRA, M. M.; OLIVEIRA, V. DE P. S. DE. Impacto da ação antrópica na qualidade da água da represa de Juturnaíba – Silva Jardim/RJ. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 10, n. 1, p. 201-223, 30 dez. 2016.
Seção
Artigos originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##