Avaliação de escassez hídrica em comunidades rurais no entorno de unidades de conservação de proteção integral: índice de pobreza hídrica no assentamento João Batista Soares, Restinga de Jurubatiba, RJ, Brasil

  • Fernanda Lerner Prefeitura Municipal de Cabo Frio. Prefeitura Municipal de Macaé.
  • Maria Inês Paes Ferreira IFFluminense - PPEA
Palavras-chave: Pobreza rural. Assentamento de reforma agrária. Agricultura familiar. Carapebus.

Resumo

As baixas qualidade e quantidade de água têm impactos na saúde, afetam o meio ambiente e a capacidade dos ecossistemas de fornecer serviços ecossistêmicos. Especialmente no meio rural, a água de qualidade apropriada, disponível no momento certo, é necessária para satisfazer as necessidades básicas e para melhorar a produtividade da terra e do trabalho. O Índice de Pobreza Hídrica (IPH) tem capacidade de avaliar se os indivíduos possuem esse recurso natural, em quantidade e qualidade satisfatória, para uso doméstico e da comunidade. Este trabalho se concentra na aplicação do IPH no assentamento de reforma agrária João Batista Soares, Carapebus, Brasil. O assentamento possui problemas ambientais como degradação do solo e falta de cobertura vegetal, sendo considerado vulnerável ambiental. Pela aplicação do IPH, concluiu-se que o assentamento também possui escassez hídrica, uma vez que o resultado do índice foi de 42,5%, índice que reflete insegurança hídrica. A escassez hídrica dos assentados afeta a produção, a obtenção de renda e a qualidade de vida desses indivíduos. Acredita-se que o acesso a financiamentos e subsídios, que são direito dos assentados, possa amenizar o quadro de escassez hídrica e minimizar a vulnerabilidade ambiental enfrentada por esses indivíduos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Lerner, Prefeitura Municipal de Cabo Frio. Prefeitura Municipal de Macaé.
Mestrado em Engenharia Ambiental (IFFluminense)
Maria Inês Paes Ferreira, IFFluminense - PPEA
Doutorado em Ciência e Tecnologia de Polímeros pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994)
Publicado
30-12-2016
Como Citar
LERNER, F.; FERREIRA, M. I. P. Avaliação de escassez hídrica em comunidades rurais no entorno de unidades de conservação de proteção integral: índice de pobreza hídrica no assentamento João Batista Soares, Restinga de Jurubatiba, RJ, Brasil. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, v. 10, n. 2, p. 103-118, 30 dez. 2016.
Seção
Artigos originais