https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/issue/feed Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego 2022-01-26T07:05:52-03:00 Essentia Editora essentia@iff.edu.br Open Journal Systems <p>O Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego (BOAARL) constitui-se numa publicação periódica científica semestral do Programa de Mestrado em Engenharia Ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense), que tem por finalidade publicar contribuições originais para suporte à decisão no campo ambiental, debatendo questões relacionadas a problemas e conflitos ambientais existentes no mundo e no Brasil. Os temas de maior interesse da Revista são: "Avaliação, Gestão e Conservação Ambiental”, “Avaliação Ambiental e Geotecnologias”, “Gestão e Planejamento de Espaços Territoriais Especialmente Protegidos”, “Gestão e Planejamento de Recursos Hídricos", "Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação”, “Conservação de Energia e Energias Renováveis”, “Gestão Ambiental das Cidades, Gerenciamento de Resíduos e Efluentes” e “Tecnologias Ambientais e Inovação Industrial" entre outros temas correlatos. O BOAARL&nbsp;também publica artigos de revisão. A partir do v.9 n.1, a revista passou a estar disponível exclusivamente no formato eletrônico on-line em <em>Open Access</em>. Publica, após processo de avaliação por pares, contribuições inéditas nos idiomas português, espanhol e inglês. Este periódico não cobra taxas dos autores nem de suas instituições para a submissão, processamento e publicação de artigos.</p> https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16316 Levantamento das abordagens de modelagem matemática ou modelagem computacional para o estudo e avaliação de mitigação de inundações em áreas urbanas 2021-12-31T16:24:12-03:00 Larissa Carneiro Rangel larissarangel.arq@gmail.com Jader Lugon Junior ljunior@iff.edu.br Wagner Rambaldi Telles wtelles@id.uff.br Simone Vasconcelos Silva simonevs@iff.edu.br Antônio José da Silva Neto jsneto@iprj.uerj.br <p>As inundações têm sua causa ligada à urbanização desordenada e à falta de sistemas de drenagem adequados, que geram alterações no escoamento superficial. As técnicas mitigatórias de inundações têm sido uma forma de amenizar o problema, e o estudo de implantação dessas técnicas torna-se relevante para a escolha das medidas mais eficientes para cada situação. O uso de modelos hidrológicos matemáticos e computacionais ajuda nessa análise, sendo possível simular em diferentes cenários a implementação dessas técnicas. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo apresentar um breve histórico da modelagem hidrológica e os principais conceitos na temática de mitigação de inundações, além de uma revisão sistemática que responda à seguinte questão de pesquisa: Como são avaliadas com ferramentas de modelagem matemática ou computacional as propostas de mitigação de inundações em áreas urbanas? A revisão sistemática aponta para a lacuna existente, isto é, a necessidade de mais estudos nessa temática, visto que os estudos analisados, em sua maioria, não geram como resultado uma ferramenta computacional capaz de auxiliar no processo de decisão das técnicas a serem utilizadas.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Larissa Carneiro Rangel, Jader Lugon Junior, Wagner Rambaldi Telles, Simone Vasconcelos Silva, Antônio José da Silva Neto https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16331 Uma revisão bibliográfica de medidas de eficiência energética em edifícios 2021-12-31T16:24:13-03:00 Mariáh Pereira Soares Pessanha Soares mariah.psp@gmail.com Lanna Germano Peixoto lannagpeixoto@gmail.com Rílden Gomes Rodrigues rildengr@gmail.com Marcos Antônio Cruz Moreira mcruzcn@gmail.com Luiz Pinedo Quinto Junior luizpinedo@uol.com.br Vicente de Paulo Santos de Oliveira vicentepsoliveira@gmail.com <p>Mediante o aumento da demanda energética aliado ao crescimento populacional e econômico, o estudo sobre eficiência energética constitui uma importante ferramenta para a estruturação de um futuro sustentável, tanto para as questões econômicas quanto para as questões ambientais. Dessa forma, o presente artigo possui como objetivo realizar um levantamento bibliográfico acerca do tema Eficiência Energética em Edifícios com vistas à compreensão da produção acadêmica relacionada ao tema. Foi utilizada como instrumento da pesquisa a base de dados <em>Web of Science</em> e as palavras-chave pesquisadas “EFICIÊNCIA ENERGÉTICA” e “EDIFICAÇÕES” ou “EDIFÍCIOS”, de forma conjugada, utilizando-se o operador booleano “AND”. Observou-se, mediante a pesquisa, uma maior predominância do estudo de técnicas passivas de eficiência energética, quando comparadas às técnicas ativas, com 74,1% e 8,6% de estudos, respectivamente. Além disso, há uma desigualdade no número de estudos nos diferentes estados e regiões do Brasil. Mediante o exposto, as análises permitiram observar um panorama do que vem sendo avaliado no que se refere à eficiência energética em edifícios, sendo possível destacar alguns pontos importantes para a elaboração de trabalhos futuros.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Mariáh Pereira Soares Pessanha Soares, Lanna Germano Peixoto, Rílden Gomes Rodrigues, Marcos Antônio Cruz Moreira, Luiz Pinedo Quinto Junior, Vicente de Paulo Santos de Oliveira https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16330 Aplicação do PROKNOW-C para seleção de portfólio bibliográfico e análise bibliométrica sobre captação e aproveitamento da água de chuva para fins não potáveis 2021-12-31T16:24:14-03:00 Giseli Gomes dos Santos giseli.gs.arquitetura@gmail.com Vinicius Vanderley Miguel Silva viniciusvanderley@gmail.com Luciano Falcão da Silva lfalcao@iff.edu.br Luis Felipe Umbelino lfumbelino@gmail.com <p>A presente pesquisa teve como objetivo definir um Portfólio Bibliográfico (PB) relacionado a captação e aproveitamento da água de chuva, por meio da metodologia ProKnow-C, realizando a análise bibliométrica e sistêmica da literatura. Trata-se de um método desenvolvido por pesquisadores do LabMCDA-UFSC que propõe ao pesquisador formar um PB a partir de um tema de interesse, alinhado com sua pesquisa. Para alcançar o objetivo, foram formadas seis combinações de termos e palavras, por meio das variações dos eixos de pesquisa: Projeto; Construção; Sustentabilidade; Recursos Hídricos; Captação de água de chuva e Gestão da água, utilizando os operadores lógicos AND &amp; OR para serem consultadas em inglês nas bases de dados Scopus e Web of Science (WoS). O processo de filtragem resultou em um portfólio com 22 artigos. Os resultados obtidos foram: (i) Water (Switzerland) como periódico de maior destaque; (ii) GHISI, Enedir como o autor com maior número de publicações e (iii) BUTLER, David; MEMON, Fayyaz Ali e WARD, Sarah como os autores mais citados. A partir do PB, identificamos que o autor com maior número de artigos, Enedir GHISI, é brasileiro e coordena algumas pesquisas relevantes sobre o tema na Universidade Federal de Santa Catarina.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Giseli Gomes dos Santos, Vinicius Vanderley Miguel Silva, Luciano Falcão da Silva, Luis Felipe Umbelino https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16328 Pesquisa bibliométrica sobre a avaliação das propriedades físico-mecânicas do concreto permeável com agregado reciclado 2021-12-31T16:24:15-03:00 Jean Tavares Pinto jean_tavares2003@yahoo.com.br Luis Felipe Umbelino dos Santos lfumbelino@gmail.com Sergio Rafael Cortes de Oliveira sergio.oliveira@iff.edu.br <p>Muitas cidades enfrentam problemas de inundações em razão do crescimento urbano desordenado, que tem como consequência a diminuição das áreas permeáveis e a impermeabilização do solo, o que contribui para o aumento da velocidade do escoamento superficial da água. Em busca de solucionar tais problemas, tem-se avançado no estudo de técnicas compensatórias de drenagem, dentre as quais pode-se destacar o concreto permeável, que se apresenta como uma alternativa por ser um material que possui alta taxa de permeabilidade e que possibilita a utilização de resíduos em sua composição, contribuindo para a sustentabilidade. Dessa forma, o objetivo deste artigo é, por meio de análises bibliométricas na base de dados Scopus, examinar a literatura científica e identificar o atual estado da arte de pesquisas científicas sobre o tema de concreto permeável que utiliza resíduos em sua composição, além de identificar quais são os ensaios mais utilizados para avaliação das propriedades do material e quais são os resíduos mais estudados. Os resultados demostram que o tema é bastante atual, com publicações que abrangem diversos países e em periódicos de elevada relevância científica.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Jean Tavares Pinto, Luis Felipe Umbelino dos Santos, Sergio Rafael Cortes de Oliveira https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16966 Ficha Técnica 2022-01-26T07:05:52-03:00 José Augusto Ferreira da Silva jaferreirasilva@gmail.com <p>Ficha Técnica</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 José Augusto Ferreira da Silva https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16325 Gestão Participativa das Águas com foco no Plano Diretor de Campos dos Goytacazes/RJ 2021-12-31T16:16:04-03:00 Marcelly Martins da Cruz marcellymartins1997@gmail.com Aline Ferreira de Andrade aliferreiradeandrade94@gmail.com Daniela Bogado Bastos de Oliveira danibogadobastos@gmail.com Thais Ferreira Torres thaisft90@gmail.com <p>Cientes da crise ambiental/hídrica que vivenciamos, pesquisar sobre a dimensão ambiental do Plano Diretor relacionada à água é importante para o avanço da gestão dos recursos hídricos e para a efetivação de políticas públicas. Assim sendo, ao explicitar e examinar as diretrizes e as estratégias do Plano Diretor de Campos dos Goytacazes, ressaltamos a Lei Municipal que propicia enfocarmos e correlacionarmos vários aspectos que perpassam a gestão das águas, considerando as bacias hidrográficas, o direito de acesso à água e o planejamento urbano. Nesse sentido, urge analisar o planejamento do município numa perspectiva participativa e sustentável que evidencie a gestão das águas no Comitê de Bacia Hidrográfica e no Conselho de Meio Ambiente e Saneamento, buscando compreender suas funções, ações, interações e os seus aparatos organizacionais, bem como demonstrar a relevância da participação ativa em questões tão imprescindíveis, da esfera individual à coletiva.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Marcelly Martins da Cruz, Aline Ferreira de Andrade, Daniela Bogado Bastos de Oliveira, Thais Ferreira Torres https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16332 Agrotóxicos na Água Potável: Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana 2021-12-31T16:16:06-03:00 Ednilson Gomes Souza Junior ednilson.junior@yahoo.com.br <p>O setor agropecuário brasileiro, apoiado principalmente na produção de <em>commodities</em> para exportação, tem o uso intensivo de agrotóxicos como um de seus pilares. O uso intensivo de agrotóxicos está frequentemente associado a uma miríade de problemas ambientais e a diversos impactos na saúde humana. Com base em pesquisa publicada recentemente que identificou a presença de 27 agrotóxicos em amostras de água potável de municípios localizados em diferentes partes do Brasil, mapeamos a contaminação da água potável em 18 municípios da Bacia do Rio Itabapoana. Além disso, apresentamos uma visão geral das principais culturas cultivadas na Bacia do Rio Itabapoana. A partir desse panorama, identificamos lavouras que fazem uso intensivo de agrotóxicos, como café, milho, cana-de-açúcar, tomate, laranja e abacaxi. Além disso, identificamos também que, nos últimos 40 anos, mais de duas mil pessoas foram intoxicadas na Bacia do Rio Itabapoana. A presença de agrotóxicos na água para consumo humano em cinco municípios da Bacia do Itabapoana sugere que os municípios dessa região carecem de políticas públicas e investimentos tecnológicos voltados à modernização e à sustentabilidade dos processos produtivos.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Ednilson Gomes Souza Junior https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16333 Caracterização Fisiográfica do Sistema Hídrico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima 2021-12-31T16:16:06-03:00 Thaís Nacif tnacif@gmail.com Davi Pinto Cherene Viana davipcv@gmail.com Vicente de Paulo dos Santos Oliveira vicentepsoliveira@gmail.com Maria Inês Paes Ferreira ines_paes@yahoo.com.br Daniela Bogado Bastos de Oliveira dbogado@iff.edu.br <p>A manutenção da qualidade e da quantidade de água é de vital importância para a manutenção das atividades humanas e dos serviços ecossistêmicos. Para alcançar uma gestão adequada dos recursos hídricos, o uso das ferramentas de pesquisa, do planejamento e de políticas promotoras da disponibilidade hídrica se tornou importante no levantamento de informações e no monitoramento das águas superficiais. A partir de um levantamento das características fisiográficas do sistema hidrográfico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima, neste artigo fazemos uma análise aprofundada desse sistema de grande importância para a população local como fonte de renda e como detentora de atrativos turísticos. Os dados disponíveis permitiram levantar a área de drenagem (A), o perímetro da bacia (P), o coeficiente de compacidade (Kc), o fator de forma (Kf), densidade de drenagem (Dd), o comprimento do rio principal e o comprimento total e a ordem dos cursos d’água. Os resultados mostraram que o sistema hidrográfico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima apresenta uma baixa tendência para a geração de rápidas enchentes ou inundações, possui alta amplitude altimétrica e um baixo valor de densidade de drenagem. Os resultados obtidos podem ser integrados a outros parâmetros do Sistema para um mapeamento mais detalhado de áreas prioritárias, visando à implementação de ações de conservação e recuperação dos recursos naturais e subsidiando o processo de planejamento e gestão ambiental do sistema hídrico da região.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Thaís Nacif, Davi Pinto Cherene Viana, Vicente de Paulo dos Santos Oliveira, Maria Inês Paes Ferreira, Daniela Bogado Bastos de Oliveira https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16334 Mapeamento de biótopos e qualidade da água de um trecho do córrego pintado, regional Petrovale, município de Betim/MG 2021-12-31T16:16:07-03:00 Fernanda Raggi feraggi82@gmail.com Diogo Pereira Lima diopli@gmail.com Vicente de Paulo Santos de Oliveira vicentepsoliveira@gmail.com Neimar Freitas Duarte neimar@ifmg.edu.br Arnaldo Freitas de Oliveira Júnior arnaldojun@gmail.com <p>A qualidade ambiental de um recurso hídrico passa do conceito de bom ou ruim para adequada ou inadequada, de acordo com parâmetros físicos, químicos e biológicos e condições de uso espaciais e temporais. Uma das ferramentas utilizadas para diagnosticar a integração desses dados é o mapeamento de biótopos, que correlaciona variáveis e retrata a qualidade ambiental e de vida. O objetivo deste trabalho foi realizar um diagnóstico associado à metodologia de avaliação de impactos e matriz de biótopos, em dois trechos do Córrego Pintado, na área industrial e na área urbana da Regional Petrovale, Município de Betim, MG. O índice de biótopos (IB) final demonstrou que, apesar de o curso d’água abarcar em seu entorno impactos de ordem física e biológica, observados de forma qualitativa, a condição se encontra no limite de QUALIDADE DE VIDA ACEITAVEL, quando deveria apresentar índices na categoria QUALIDADE DE VIDA DESEJÁVEL, considerando ser um curso d’água de Classe 2. O resultado da interação dos elementos retrata um diagnóstico rápido da realidade local e necessário como instrumento para tomadas de decisão de políticas públicas e na esfera do planejamento urbano e ambiental.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Fernanda Raggi, Diogo Pereira Lima, Vicente de Paulo Santos de Oliveira, Neimar Freitas Duarte, Arnaldo Freitas de Oliveira Júnior https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16967 EDITORIAL - Edição Especial do VII SRHIDRO e VI SECOTOX 2021 2022-01-26T06:54:21-03:00 José Augusto Ferreira da Silva jaferreirasilva@gmail.com Jader Lugon Junior jlugonjr@gmail.com <p>Editorial.</p> 2021-12-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 José Augusto Ferreira da Silva, Jader Lugon Junior