Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim <p>O Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego (BOAARL) constitui-se numa publicação periódica científica semestral do Programa de Mestrado em Engenharia Ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense), que tem por finalidade publicar contribuições originais para suporte à decisão no campo ambiental, debatendo questões relacionadas a problemas e conflitos ambientais existentes no mundo e no Brasil. Os temas de maior interesse da Revista são: "Avaliação, Gestão e Conservação Ambiental”, “Avaliação Ambiental e Geotecnologias”, “Gestão e Planejamento de Espaços Territoriais Especialmente Protegidos”, “Gestão e Planejamento de Recursos Hídricos", "Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação”, “Conservação de Energia e Energias Renováveis”, “Gestão Ambiental das Cidades, Gerenciamento de Resíduos e Efluentes” e “Tecnologias Ambientais e Inovação Industrial" entre outros temas correlatos. O BOAARL&nbsp;também publica artigos de revisão. A partir do v.9 n.1, a revista passou a estar disponível exclusivamente no formato eletrônico on-line em <em>Open Access</em>. Publica, após processo de avaliação por pares, contribuições inéditas nos idiomas português, espanhol e inglês. Este periódico não cobra taxas dos autores nem de suas instituições para a submissão, processamento e publicação de artigos.</p> Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense pt-BR Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego 1981-6197 <p>Os autores do manuscrito submetido ao <strong>Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego</strong>, representados aqui pelo autor correspondente, concordam com os seguintes termos:</p> <p>Os autores mantêm os direitos autorais e concedem sem ônus financeiro ao <strong>Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego </strong>o direito de primeira publicação.</p> <p>Simultaneamente o trabalho está licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt">Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)</a>, que permite copiar e redistribuir os trabalhos por qualquer meio ou formato, e também para, tendo como base o seu conteúdo, reutilizar, transformar ou criar, com propósitos legais, até comerciais, desde que citada a fonte.</p> <p>Os autores não receberão nenhuma retribuição material pelo manuscrito e a Essentia Editora irá disponibilizá-lo <em>on-line</em>&nbsp;<em>no modo</em>&nbsp;<em><strong>Open Access</strong></em>, mediante sistema próprio ou de outros bancos de dados.</p> <p>Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada no <strong>Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego</strong> (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial neste periódico. &nbsp;</p> <p>Os autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto <strong>posterior</strong> à primeira publicação do artigo pelo <strong>Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego</strong>. &nbsp;</p> <p>A <strong>Essentia Editora</strong> poderá efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com o intuito de manter o padrão culto da língua, contando com a anuência final dos autores.</p> <p>As opiniões emitidas no manuscrito são de exclusiva responsabilidade do(s) autor(es).</p> Levantamento das abordagens de modelagem matemática ou modelagem computacional para o estudo e avaliação de mitigação de inundações em áreas urbanas https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16316 <p>As inundações têm sua causa ligada à urbanização desordenada e à falta de sistemas de drenagem adequados, que geram alterações no escoamento superficial. As técnicas mitigatórias de inundações têm sido uma forma de amenizar o problema, e o estudo de implantação dessas técnicas torna-se relevante para a escolha das medidas mais eficientes para cada situação. O uso de modelos hidrológicos matemáticos e computacionais ajuda nessa análise, sendo possível simular em diferentes cenários a implementação dessas técnicas. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo apresentar um breve histórico da modelagem hidrológica e os principais conceitos na temática de mitigação de inundações, além de uma revisão sistemática que responda à seguinte questão de pesquisa: Como são avaliadas com ferramentas de modelagem matemática ou computacional as propostas de mitigação de inundações em áreas urbanas? A revisão sistemática aponta para a lacuna existente, isto é, a necessidade de mais estudos nessa temática, visto que os estudos analisados, em sua maioria, não geram como resultado uma ferramenta computacional capaz de auxiliar no processo de decisão das técnicas a serem utilizadas.</p> Larissa Carneiro Rangel Jader Lugon Junior Wagner Rambaldi Telles Simone Vasconcelos Silva Antônio José da Silva Neto Copyright (c) 2021 Larissa Carneiro Rangel, Jader Lugon Junior, Wagner Rambaldi Telles, Simone Vasconcelos Silva, Antônio José da Silva Neto 2021-12-31 2021-12-31 15 2 03 18 10.19180/2177-4560.v15n22021p03-18 Uma revisão bibliográfica de medidas de eficiência energética em edifícios https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16331 <p>Mediante o aumento da demanda energética aliado ao crescimento populacional e econômico, o estudo sobre eficiência energética constitui uma importante ferramenta para a estruturação de um futuro sustentável, tanto para as questões econômicas quanto para as questões ambientais. Dessa forma, o presente artigo possui como objetivo realizar um levantamento bibliográfico acerca do tema Eficiência Energética em Edifícios com vistas à compreensão da produção acadêmica relacionada ao tema. Foi utilizada como instrumento da pesquisa a base de dados <em>Web of Science</em> e as palavras-chave pesquisadas “EFICIÊNCIA ENERGÉTICA” e “EDIFICAÇÕES” ou “EDIFÍCIOS”, de forma conjugada, utilizando-se o operador booleano “AND”. Observou-se, mediante a pesquisa, uma maior predominância do estudo de técnicas passivas de eficiência energética, quando comparadas às técnicas ativas, com 74,1% e 8,6% de estudos, respectivamente. Além disso, há uma desigualdade no número de estudos nos diferentes estados e regiões do Brasil. Mediante o exposto, as análises permitiram observar um panorama do que vem sendo avaliado no que se refere à eficiência energética em edifícios, sendo possível destacar alguns pontos importantes para a elaboração de trabalhos futuros.</p> Mariáh Pereira Soares Pessanha Soares Lanna Germano Peixoto Rílden Gomes Rodrigues Marcos Antônio Cruz Moreira Luiz Pinedo Quinto Junior Vicente de Paulo Santos de Oliveira Copyright (c) 2021 Mariáh Pereira Soares Pessanha Soares, Lanna Germano Peixoto, Rílden Gomes Rodrigues, Marcos Antônio Cruz Moreira, Luiz Pinedo Quinto Junior, Vicente de Paulo Santos de Oliveira 2021-12-31 2021-12-31 15 2 32 47 10.19180/2177-4560.v15n22021p32-47 Aplicação do PROKNOW-C para seleção de portfólio bibliográfico e análise bibliométrica sobre captação e aproveitamento da água de chuva para fins não potáveis https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16330 <p>A presente pesquisa teve como objetivo definir um Portfólio Bibliográfico (PB) relacionado a captação e aproveitamento da água de chuva, por meio da metodologia ProKnow-C, realizando a análise bibliométrica e sistêmica da literatura. Trata-se de um método desenvolvido por pesquisadores do LabMCDA-UFSC que propõe ao pesquisador formar um PB a partir de um tema de interesse, alinhado com sua pesquisa. Para alcançar o objetivo, foram formadas seis combinações de termos e palavras, por meio das variações dos eixos de pesquisa: Projeto; Construção; Sustentabilidade; Recursos Hídricos; Captação de água de chuva e Gestão da água, utilizando os operadores lógicos AND &amp; OR para serem consultadas em inglês nas bases de dados Scopus e Web of Science (WoS). O processo de filtragem resultou em um portfólio com 22 artigos. Os resultados obtidos foram: (i) Water (Switzerland) como periódico de maior destaque; (ii) GHISI, Enedir como o autor com maior número de publicações e (iii) BUTLER, David; MEMON, Fayyaz Ali e WARD, Sarah como os autores mais citados. A partir do PB, identificamos que o autor com maior número de artigos, Enedir GHISI, é brasileiro e coordena algumas pesquisas relevantes sobre o tema na Universidade Federal de Santa Catarina.</p> Giseli Gomes dos Santos Vinicius Vanderley Miguel Silva Luciano Falcão da Silva Luis Felipe Umbelino Copyright (c) 2021 Giseli Gomes dos Santos, Vinicius Vanderley Miguel Silva, Luciano Falcão da Silva, Luis Felipe Umbelino 2021-12-31 2021-12-31 15 2 48 59 10.19180/2177-4560.v15n22021p48-59 Pesquisa bibliométrica sobre a avaliação das propriedades físico-mecânicas do concreto permeável com agregado reciclado https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16328 <p>Muitas cidades enfrentam problemas de inundações em razão do crescimento urbano desordenado, que tem como consequência a diminuição das áreas permeáveis e a impermeabilização do solo, o que contribui para o aumento da velocidade do escoamento superficial da água. Em busca de solucionar tais problemas, tem-se avançado no estudo de técnicas compensatórias de drenagem, dentre as quais pode-se destacar o concreto permeável, que se apresenta como uma alternativa por ser um material que possui alta taxa de permeabilidade e que possibilita a utilização de resíduos em sua composição, contribuindo para a sustentabilidade. Dessa forma, o objetivo deste artigo é, por meio de análises bibliométricas na base de dados Scopus, examinar a literatura científica e identificar o atual estado da arte de pesquisas científicas sobre o tema de concreto permeável que utiliza resíduos em sua composição, além de identificar quais são os ensaios mais utilizados para avaliação das propriedades do material e quais são os resíduos mais estudados. Os resultados demostram que o tema é bastante atual, com publicações que abrangem diversos países e em periódicos de elevada relevância científica.</p> Jean Tavares Pinto Luis Felipe Umbelino dos Santos Sergio Rafael Cortes de Oliveira Copyright (c) 2021 Jean Tavares Pinto, Luis Felipe Umbelino dos Santos, Sergio Rafael Cortes de Oliveira 2021-12-31 2021-12-31 15 2 102 115 10.19180/2177-4560.v15n22021p102-115 Ficha Técnica https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16966 <p>Ficha Técnica</p> José Augusto Ferreira da Silva Copyright (c) 2021 José Augusto Ferreira da Silva 2021-12-31 2021-12-31 15 2 Gestão Participativa das Águas com foco no Plano Diretor de Campos dos Goytacazes/RJ https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16325 <p>Cientes da crise ambiental/hídrica que vivenciamos, pesquisar sobre a dimensão ambiental do Plano Diretor relacionada à água é importante para o avanço da gestão dos recursos hídricos e para a efetivação de políticas públicas. Assim sendo, ao explicitar e examinar as diretrizes e as estratégias do Plano Diretor de Campos dos Goytacazes, ressaltamos a Lei Municipal que propicia enfocarmos e correlacionarmos vários aspectos que perpassam a gestão das águas, considerando as bacias hidrográficas, o direito de acesso à água e o planejamento urbano. Nesse sentido, urge analisar o planejamento do município numa perspectiva participativa e sustentável que evidencie a gestão das águas no Comitê de Bacia Hidrográfica e no Conselho de Meio Ambiente e Saneamento, buscando compreender suas funções, ações, interações e os seus aparatos organizacionais, bem como demonstrar a relevância da participação ativa em questões tão imprescindíveis, da esfera individual à coletiva.</p> Marcelly Martins da Cruz Aline Ferreira de Andrade Daniela Bogado Bastos de Oliveira Thais Ferreira Torres Copyright (c) 2021 Marcelly Martins da Cruz, Aline Ferreira de Andrade, Daniela Bogado Bastos de Oliveira, Thais Ferreira Torres 2021-12-31 2021-12-31 15 2 19 31 10.19180/2177-4560.v15n22021p19-31 Agrotóxicos na Água Potável: Considerações sobre os Municípios da Bacia Hidrográfica do rio Itabapoana https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16332 <p>O setor agropecuário brasileiro, apoiado principalmente na produção de <em>commodities</em> para exportação, tem o uso intensivo de agrotóxicos como um de seus pilares. O uso intensivo de agrotóxicos está frequentemente associado a uma miríade de problemas ambientais e a diversos impactos na saúde humana. Com base em pesquisa publicada recentemente que identificou a presença de 27 agrotóxicos em amostras de água potável de municípios localizados em diferentes partes do Brasil, mapeamos a contaminação da água potável em 18 municípios da Bacia do Rio Itabapoana. Além disso, apresentamos uma visão geral das principais culturas cultivadas na Bacia do Rio Itabapoana. A partir desse panorama, identificamos lavouras que fazem uso intensivo de agrotóxicos, como café, milho, cana-de-açúcar, tomate, laranja e abacaxi. Além disso, identificamos também que, nos últimos 40 anos, mais de duas mil pessoas foram intoxicadas na Bacia do Rio Itabapoana. A presença de agrotóxicos na água para consumo humano em cinco municípios da Bacia do Itabapoana sugere que os municípios dessa região carecem de políticas públicas e investimentos tecnológicos voltados à modernização e à sustentabilidade dos processos produtivos.</p> Ednilson Gomes Souza Junior Copyright (c) 2021 Ednilson Gomes Souza Junior 2021-12-31 2021-12-31 15 2 60 74 10.19180/2177-4560.v15n22021p60-74 Caracterização Fisiográfica do Sistema Hídrico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16333 <p>A manutenção da qualidade e da quantidade de água é de vital importância para a manutenção das atividades humanas e dos serviços ecossistêmicos. Para alcançar uma gestão adequada dos recursos hídricos, o uso das ferramentas de pesquisa, do planejamento e de políticas promotoras da disponibilidade hídrica se tornou importante no levantamento de informações e no monitoramento das águas superficiais. A partir de um levantamento das características fisiográficas do sistema hidrográfico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima, neste artigo fazemos uma análise aprofundada desse sistema de grande importância para a população local como fonte de renda e como detentora de atrativos turísticos. Os dados disponíveis permitiram levantar a área de drenagem (A), o perímetro da bacia (P), o coeficiente de compacidade (Kc), o fator de forma (Kf), densidade de drenagem (Dd), o comprimento do rio principal e o comprimento total e a ordem dos cursos d’água. Os resultados mostraram que o sistema hidrográfico da Bacia do Rio Imbé – Lagoa de Cima apresenta uma baixa tendência para a geração de rápidas enchentes ou inundações, possui alta amplitude altimétrica e um baixo valor de densidade de drenagem. Os resultados obtidos podem ser integrados a outros parâmetros do Sistema para um mapeamento mais detalhado de áreas prioritárias, visando à implementação de ações de conservação e recuperação dos recursos naturais e subsidiando o processo de planejamento e gestão ambiental do sistema hídrico da região.</p> Thaís Nacif Davi Pinto Cherene Viana Vicente de Paulo dos Santos Oliveira Maria Inês Paes Ferreira Daniela Bogado Bastos de Oliveira Copyright (c) 2021 Thaís Nacif, Davi Pinto Cherene Viana, Vicente de Paulo dos Santos Oliveira, Maria Inês Paes Ferreira, Daniela Bogado Bastos de Oliveira 2021-12-31 2021-12-31 15 2 75 86 10.19180/2177-4560.v15n22021p75-86 Mapeamento de biótopos e qualidade da água de um trecho do córrego pintado, regional Petrovale, município de Betim/MG https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16334 <p>A qualidade ambiental de um recurso hídrico passa do conceito de bom ou ruim para adequada ou inadequada, de acordo com parâmetros físicos, químicos e biológicos e condições de uso espaciais e temporais. Uma das ferramentas utilizadas para diagnosticar a integração desses dados é o mapeamento de biótopos, que correlaciona variáveis e retrata a qualidade ambiental e de vida. O objetivo deste trabalho foi realizar um diagnóstico associado à metodologia de avaliação de impactos e matriz de biótopos, em dois trechos do Córrego Pintado, na área industrial e na área urbana da Regional Petrovale, Município de Betim, MG. O índice de biótopos (IB) final demonstrou que, apesar de o curso d’água abarcar em seu entorno impactos de ordem física e biológica, observados de forma qualitativa, a condição se encontra no limite de QUALIDADE DE VIDA ACEITAVEL, quando deveria apresentar índices na categoria QUALIDADE DE VIDA DESEJÁVEL, considerando ser um curso d’água de Classe 2. O resultado da interação dos elementos retrata um diagnóstico rápido da realidade local e necessário como instrumento para tomadas de decisão de políticas públicas e na esfera do planejamento urbano e ambiental.</p> Fernanda Raggi Diogo Pereira Lima Vicente de Paulo Santos de Oliveira Neimar Freitas Duarte Arnaldo Freitas de Oliveira Júnior Copyright (c) 2021 Fernanda Raggi, Diogo Pereira Lima, Vicente de Paulo Santos de Oliveira, Neimar Freitas Duarte, Arnaldo Freitas de Oliveira Júnior 2021-12-31 2021-12-31 15 2 87 101 10.19180/2177-4560.v15n22021p87-101 EDITORIAL - Edição Especial do VII SRHIDRO e VI SECOTOX 2021 https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/16967 <p>Editorial.</p> José Augusto Ferreira da Silva Jader Lugon Junior Copyright (c) 2021 José Augusto Ferreira da Silva, Jader Lugon Junior 2021-12-31 2021-12-31 15 2 1 2