Contaminação de águas superficiais por agrotóxicos: análise dos impactos na saúde humana e ambiental

  • João Victor Pena Dos Santos
  • Matheus Gomes Tavares
  • Heloisa Alves Guimarães
  • José Arthur De Souza Santos Dutra
  • Jacinta de Fátima Freitas Menezes

Resumo

O Brasil é um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo. Pesquisadores vêm alertando sobre os problemas causados pelo uso intensivo destas substâncias, que tem fomentado uma grande preocupação em diversos setores devido aos riscos potenciais trazidos ao ambiente e aos seres humanos. Apesar disso, cada vez mais estes compostos são utilizados para o controle da integridade das plantações. Estudos comprovam um aumento constante de águas contaminadas por agrotóxico que, por meio da lixiviação e do escoamento superficial são transportados, prejudicando a qualidade das águas subterrâneas e superficiais. É o caso do município de Campos dos Goytacazes - RJ, onde de acordo com estudo nacional realizado para determinar a presença de agrotóxicos na água, é uma das cidades nas quais encontram-se 27 tipos de agrotóxicos diferentes que chegam nas torneiras para consumo humano e, em determinados casos, esses químicos encontram-se acima dos limites legais existentes no Brasil. Em vista disso e para avaliar a qualidade dos corpos hídricos, este trabalho teve como objetivo apresentar e discutir os efeitos da exposição aos diversos agrotóxicos encontrados nas águas superficiais do município. Através desse levantamento, concluiu-se que o aumento de contaminação de água por substâncias químicas pode estar relacionado com o uso indiscriminado de agrotóxicos, além de evidenciar o quanto a população de Campos dos Goytacazes encontra-se suscetível a entrar em contato com essas substâncias e desenvolver problemas de saúde ao longo do tempo. Principalmente porque os agrotóxicos encontrados são maléficos ao ser humano, além de estarem acima do limite permitido pela legislação, estando ligados a danos à saúde como o câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos. Um dos fatores que pode ter contribuído para resultados tão assustadores, é o incentivo ao uso de agrotóxico, visando o progresso da agricultura, feito pelo Governo Brasileiro. Com isso, inúmero agricultores começaram a utilizar esses produtos de forma exagerada e irresponsável, objetivando apenas o aumento da sua produção e lucratividade, enfatizando-se um descaso com a saúde ambiental e pública. Fica evidente o uso exacerbado e rotineiro de agrotóxicos que precisa urgentemente ser controlado, a fim de se preservar a saúde das populações no planeta, que vem a cada ano se tornando ainda mais preocupante.
Publicado
16-05-2021
Seção
Banner - Meio Ambiente