Criação de Abelhas sem ferrão: inovação na Escola Técnica Agrícola Antonio Sarlo

  • Clarissa Varajão Cardoso
  • Viviane Cristina Silva Lima
  • Kawan Corrêa Slivestre

Resumo

Estudos experimentais recentes demonstraram que um aumento da temperatura média de 1,8ºC a 2,6ºC (aumento que se espera a nível mundial até 2099) é fatal para as abelhas. Sendo assim, combater o aquecimento global ajuda a preservar as abelhas e os ecossistemas do planeta. O uso limitado de pesticidas e a preferência por produtos biológicostambém é uma boa forma para contribuir na conservação das abelhas e aumento das suas populações; além dos efeitos benéficos para os ecossistemas, para a saúde e para centenas de outras formas de vida. Por esse motivo, atividades de educação ambiental são importantes para reverter ou amenizar este quadro, além de preservar um patrimônio natural.A escolha pela criação da abelha Mandaçaia (Melipona mandacaia) na Escola Técnica Estadual Antônio Sarlo (ETEAAS) ocorreu pelo fato de ser uma abelha muito mansa e sua criação racional deve ser valorizada pois, é através dela que muitas plantas nativas são polinizadas e preservadas. Além da polinização das plantas nativas, a abelha Mandaçaia produz um mel com excelentes características sensoriais. Em épocas de floradas cada colmeia pode produzir de 1,5 a 2,0 litros de mel. Além disso, a abelha Mandaçaia se desenvolve muito bem é 100% brasileira. Diante disso, os objetivos do estudo são: conhecer a biologia das abelhas Mandaçaia; inserir plantas apícolas na Escola Técnica Estadual Antônio Sarlo (ETEAAS) e monitorar essas fontes de recursos de alimentação das abelhas; treinar e capacitar os alunos quanto à manipulação dos meliponários e; coletar o mel produzido pelas abelhas. No que serefere aos resultados esperados, temos: agregação de valor aos produtos apícolas oriundos da escola; melhoria do agroecossistema por meio da agrobiodiversidade; implantação de uma nova criação animal e engajamento dos estudantes nas questões socioambientais, local e globalmente.
Publicado
31-05-2021
Seção
Banner - Meio Ambiente