Caracterização do perfil clínico de pacientes com câncer de mama, em um hospital público de Campos dos Goytacazes - RJ

  • Josilany Coelho Da Silva Alves

Resumo

O câncer de mama é a neoplasia maligna de maior incidência na população mundial feminina. O Brasil está entre os países com a mais elevada taxa de incidência, sendo a principal causa de morte por neoplasia entre as mulheres. Diante de tal fato, este artigo teve como objetivo caracterizar o perfil clínico de pacientes ambulatoriais acometidas de câncer de mama, bem como identificar o tipo histopatológico do tumor. O período escolhido para estudo foi entre os anos de 2010 e 2012. Para isto, um total de 21 prontuários de pacientes atendidas no Setor de Ginecologia e Mastologia do Hospital Escola Álvaro Alvim foram analisados. Do total de prontuários analisados, 17 eram de casos de câncer de mama. Destes, 4,7% tiveram o câncer diagnosticado antes 40 anos, 42,8% entre 45-55 anos, faixa etária de maior incidência. Em 85,7% das pacientes o tipo histopatológico encontrado foi o carcinoma ductal infiltrante, o mais comum entre as mulheres. No que se refere ao tipo de tratamento, 95,2% das pacientes fizeram uso de quimioterapia, o tipo de tratamento mais comum para pacientes com câncer de mama. Os resultados mostram que a faixa etária de maior incidência foi entre 45-55 anos, período em que a maioria das mulheres entra na menopausa, o que pode explicar em parte o surgimento do tumor, em função das alterações fisiológicas e hormonais que ocorrem neste período. Diante de tal situação, se faz necessário, um estudo mais aprofundado destas modificações que ocorrem na menopausa para se tentar fazer um diagnóstico correto, fato importante a ser considerado no tratamento de mulheres com câncer de mama.
Publicado
16-06-2021
Seção
Banner - Ciências da Saúde: Enfermagem