Elaboração e aplicação de atividades lúdicas para a temática “Matéria e Energia” para o ensino fundamental com perspectiva agroecológica nas escolas públicas do município de Cambuci segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

  • Ronald dos Santos Merlim
  • Lana Ferreira Soares Passos
  • Eduardo Pereira Lourenço
  • Maria Clara de Souza Gomes Moreth

Resumo

O ensino de ciências tem sido muito debatido em decorrência dos resultados não satisfatórios obtidos em avaliações externas, no entanto, novas estratégias de ensino tem se destacado como ferramentas motivadoras e facilitadoras de aprendizagem. Um ponto em grande discussão é a implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O município de Cambuci localiza-se no noroeste fluminense e apresenta um campus do Instituto Federal Fluminense com cursos técnicos em agropecuária e agroecologia. O presente projeto busca investigar como as escolas públicas de Cambuci estão inserindo a BNCC na disciplina de ciências e oferecer atividades lúdicas para os docentes abordarem assuntos da temática “Matéria e Energia” com um viés agroecológico em consonância com a formação que o IFF Cambuci oferta, além da importância da atividade agrícola na região. O projeto é estruturado em quatro etapas: aplicação de um questionário aos docentes que trabalham com a disciplina de ciências nas escolas públicas localizadas no município; produção dos materiais lúdicos; aplicação nas escolas que ofertam o ensino fundamental segundo segmento e por fim, disponibilizar o material para os docentes. Este resumo analisa a primeira etapa, que decorrente a pandemia da Covid-19, necessitou que o questionário fosse elaborado pelo google forms e encaminhado aos professores por e-mail. Vinte e dois professores participaram da pesquisa, sendo cinco que trabalham com a disciplina de ciências nas turmas do sexto até o nono ano e os demais professores que lecionam nas séries iniciais do ensino fundamental. A partir da análise das respostas dos docentes, percebeu-se que todas as escolas públicas, municipais e estaduais, já implantaram a BNCC no currículo. No entanto, apenas 27% dos profissionais declararam que realizaram alguma capacitação ou curso para auxiliar nessa transição. Mais da metade dos docentes (55%) declararam ter dificuldades em trabalhar assuntos da temática “Matéria e Energia” nas aulas de ciências. Os dados e os relatos dos professores permitiram concluir a dificuldade que os docentes e estabelecimentos de ensino estão apresentando na inserção e adaptação das recomendações da BNCC nos planos de trabalho da disciplina de ciências e a necessidade de ações mais concretas e efetivas de capacitação para minimizar esses obstáculos.
Publicado
18-06-2021
Seção
Banner - Educação e Ciências Sociais