O impacto da pandemia na gestão de uma empresa distribuidora de biscoito em Rio das Ostras-RJ

  • Matheus Stadler Soares
  • Andréia Boechat Delatorre
  • Cristiane De Jesus Aguiar

Resumo

A insegurança de mercado frente a um planejamento que não depende do empreendedor, são os maiores desafios do atual cenário, visto que essas são variáveis que dificultam o planejamento estratégico das tomadas de decisões. Sendo assim, esse estudo teve por objetivo desenvolver um planejamento estratégico em uma microempresa distribuidora de biscoitos em Rio das Ostras, a fim de garantir sua permanência no mercado no período de crise. Foi realizado um levantamento dos lucros obtidos nos últimos meses de 2019 e nos primeiros meses de 2020.Os resultados mostraram que os lucros nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro alcançaram índices maiores que o 100%, isso se deve ao período de férias e o fato da Cidade ser litorânea. Após esse período, esperava-se uma redução nas vendas no mês de março e a normalização, lucro em torno dos 100%, em abril. No entanto, com o início do isolamento social em meado de março em decorrência da COVID-19, muitas empresas tiveram que se reinventar diante do cenário financeiro. Inicialmente, foi realizada uma análise swot, onde ficou evidente no estudo que um planejamento estratégico traria alguns resultados positivos para manter-se no mercado. As variáveis estudadas nesse planejamento fizeram à diferença na readaptação da empresa a atual situação de mercado. O primeiro ponto tratado foi o estudo para conseguir uma redução no preço final dos biscoitos, além de uma facilitação no pagamento, concedendo um prazo maior. O desconto final por pacote de biscoito foi de 15%. Com essa decisão, o estoque foi zerado nos primeiros 30 dias. Apesar da redução na margem de lucro, não houve perda no investimento. Já a mudança na forma de pagamento proporcionou maior segurança do cliente para novas compras, pois ela permite uma organização entre venda/compra do produto, sem uma preocupação com a paralisação de mercadoria na prateleira. Com isso, observou-se que, após o início da pandemia e a implementação do planejamento estratégico, ocorreu um leve aumento dos lucros no mês de maio, e junho. Esses resultados deram um indicativo preliminar de melhoria nas novas adaptações realizadas pela microempresa. O planejamento estratégico permitiu uma nova adequação de mercado, sem a necessidade de custos adicionais. Essa ferramenta simples, mas de grande eficácia empresarial auxiliou na organização dos parâmetros necessários para atividade, minimizando custos e incentivando a venda para impulsionar o mercado e se manter ativo durante o período de pandemia.
Publicado
27-06-2021
Seção
Banner - Engenharias