A tecnologia está na natureza: agrofloresta em praças públicas

  • Zandor Gomes Mesquita
  • Rebeca Brasil Fonseca Vieira
  • Lessiany Andrade Guimarães Azevedo

Resumo

O desenvolvimento técnico de forma não sustentável tem provocado impactos prejudiciais na qualidade do ar e a pandemia da COVID-19 evidenciou essa questão na saúde humana. Além disso, as praças públicas urbanas estão subutilizadas, limitando o lazer em espaços públicos. Este projeto propõe a implementação de um Sistema Agroflorestal nestes espaços, de forma a ressignificá-los e contribuir para a redução da poluição atmosférica, assim como ampliar espaços públicos de lazer. O desenvolvimento da proposta ocorrerá em quatro fases que consistem em: parcerias, capacitação, estudo do local e execução. Desse modo, espera-se que tenha resultados na mitigação da poluição, na criação de microclima e ressignificação do local para a população, além de garantir o bem-estar e a diminuição de doenças relacionadas aos poluentes atmosféricos.
Publicado
29-06-2021
Seção
Comunicação oral- Desafio CONEPE de criatividade