A rede social virtual Facebook como ferramenta de ensino-aprendizagem na educação.

  • Hellen Ribeiro De Souza Gomes
  • José Elias Da Silva Justo

Resumo

Diante de novos recursos e ferramentas tecnológicas atuais que permeiam o nosso quotidiano, é de suma importância que a sociedade, como também a educação busque acompanhá-los a fim de promover uma formação integral dos alunos, direcionando-os para as futuras demandas exigidas pelo mercado de trabalho. Tendo em mente este novo cenário, é importante considerar que as redes sociais possam ser utilizadas como estratégias inovadoras nos processos de ensino-aprendizagem, sejam auxiliando no Ensino Presencial, no Ensino Remoto Emergencial ou na Educação a Distância. O objetivo deste trabalho é estudar estratégias de aplicação, bem como recursos da rede social Facebook como ferramenta de ensino-aprendizagem a fim de apoiar e estimular professores para que elaborem e executem atividades educativas que fomentem a participação e interação dos educandos. Foram executadas pesquisas bibliográficas para estudo e aprofundamento dos recursos mais utilizados do Facebook. Um questionário foi elaborado e aplicado para colher dados dos alunos do ensino médio e superior, referentes à utilização das ferramentas da rede social no cotidiano e deles. A partir dos dados reunidos, foi possível traçar o perfil tecnológico dos alunos e, então, desenvolver estratégias de aproveitamento da rede social Facebook como ferramenta didático-pedagógica por meio de alguns recursos presentes na plataforma como curtir, comentar, compartilhar e os diversos tipos de mídias que podem ser compartilhadas através dela como, por exemplo, texto, imagens, vídeos, etc., que tornam as aulas e os conteúdos mais divertidos e atrativos para os educandos, tendo em vista os conteúdos estudados em sala de aula e aprofundados fora dela, bem como as viáveis vantagens pedagógicas desta proposta de utilização. Observou-se nesse projeto que a construção do conhecimento ocorre por meio da interação e colaboração em grupos fechados na rede social Facebook, em que a postura assumida pelo aluno o torna autônomo, criativo e crítico, onde cabe ao professor exercer a função de mediador das atividades educativas, possibilitando ao aluno ser sujeito ativo na construção do próprio conhecimento.
Publicado
04-07-2021
Seção
Banner - Educação e Ciências Sociais