Acordos Climáticos em meio à pandemia de Covid-19

  • Leticia da Silva Amaral
  • Maria Carla Barreto Santos Martins

Resumo

No contexto em que emissões de gases de efeito estufa passaram a ser considerados preocupantes pela ameaça ao clima, surge a necessidade do debate sobre desenvolvimento econômico e meio ambiente. O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas recomendou a realização de uma conferência em Estolcomo em 1972 para que países discutissem a temática supracitada. Posteriormente, realizou-se uma nova conferência no Rio de Janeiro em 1992. Nela decidiu-se que os países signatários se encontrariam anualmente na Conferência das Partes (COP) para discutir temas relacionados ao clima e à preservação ambiental. Ao longo dos anos, a conferência apresentou e publicou uma série de documentos que orientaram os países signatários quanto aos caminhos a serem seguidos para que objetivo da conferência fosse alcançado. Devido à atual pandemia de Covid-19, a vigésima sexta COP foi comprometida.O presente trabalho pretende analisar o histórico das COP’s e pensar o futuro do clima no pós-pandemia.
Publicado
04-07-2021
Seção
Banner - Meio Ambiente