Desempenho físico-mecânico de compósitos de cimento, celulose e flakes de PET submetidos a ciclos de umedecimento e secagem

  • Paulo Gedeão Barroso Gomes Júnior
  • Gabriel Barcelos e Silva
  • Sergio Rafael Cortes de Oliveira
  • José Luiz Ernandes Dias Filho
  • Cassia Maria de Assis Rangel Melo

Resumo

Este resumo traz parte de um projeto sobre a confecção de um compósito de cimento, resíduo de lodo de papel e flakes de PET, visando sua potencialização como material de construção alternativo. Foram adotadas as proporções 1:3, 1:4 e 1:5 de cimento e resíduos, com substituições de lodo por PET nas taxas de 10%, 20% e 30%. Foram avaliadas as propriedades físico-mecânicas de resistência à compressão e absorção de água aos 28 e 90 dias em amostras não degradadas e aos 35 e 42 dias em amostras que passaram por ciclos de degradação acelerada. Notou-se um aumento da resistência mecânica com a cura e diminuição com a inserção de lodo, sendo a variação pouco sensível ao teor de PET. Quanto à absorção de água, os valores aumentaram conforme o acréscimo de resíduo e com a cura, sendo contornável com a redução do lodo e o uso de soluções impermeabilizantes.
Publicado
04-07-2021
Seção
Banner - Meio Ambiente