O cenário educacional a partir da pandemia da COVID-19: um olhar acerca da realidade da educação brasileira

  • Gabriela Porto Paes De Araújo
  • Jéssica Raquel Pereira Ribeiro

Resumo

Pertinente ao cenário dos primeiros meses do ano de 2020, o Brasil enfrentou numerosos problemas que tangem as esferas políticas, econômicas e sociais devido à presença e dispersão do novo coronavírus. Dentre todas as problemáticas geradas por conta da pandemia, o sistema educacional é digno de destaque, visto que o direito à educação tem sido significativamente privado de muitos estudantes, principalmente da rede pública de ensino. À vista disso, o sistema educacional precisou explorar o atual quadro que se encontra e buscar estratégias capazes de atenuar os impactos da crise generalizada que se estendeu. Nessa perspectiva, uma alternativa viável que as instituições e redes de ensino acataram foi o desenvolvimento de metodologias apoiadas nas Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) e nos ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) para aplacar esta situação e tornar possível que os alunos do Sistema Básico de Ensino possam efetuar de suas casas as atividades curriculares. Para tal, contou-se com a inovação de parte dos profissionais da educação, que precisaram recriar metodologias mais ativas e atraentes, buscando utilizar ambientes virtuais mais dinâmicos em suas aulas. Dito isso, o estudo tece reflexões acerca do cenário educacional brasileiro durante e após a pandemia, trazendo para discussão impactos, desafios e mudanças, a partir da covid-19, partindo do viés do uso das TDIC e dos AVA, suas contribuições e inovações para com o campo educacional. Para tanto, optou-se por uma pesquisa bibliográfica de caráter teórico-crítico na busca por conceitos e levantamentos de informações referentes ao uso dessas tecnologias no âmbito pedagógico, levando em conta que em uma sala de aula encontram-se alunos e formas de aprender singulares e o professor precisa estar em constante adaptação de suas metodologias, com a diminuição de aulas expositivas e a promoção de aulas problematizadoras, personalizadas, motivadoras e que incentivem o aluno a ser protagonista no seu processo de ensino e aprendizagem. A partir das considerações e análises do cenário educacional brasileiro, foi notória a necessidade de mudança no currículo e nas metodologias de ensino das escolas. Objetivando uma mudança na educação, a pesquisa elenca metodologias ativas que possibilitam o desenvolvimento de habilidades e competências, de modo que o estudante construa constantemente seus saberes e conhecimentos, levando em conta as Tecnologias Digitais e Inovações Pedagógicas.
Publicado
04-07-2021
Seção
Banner - Educação e Ciências Sociais