Práticas Dialógicas e Processos de Participação: subsídios para a educação ambiental crítica

  • Letícia Carvalho da Silva

Resumo

Este escrito apresenta algumas reflexões sobre o modo como a participação atrelada às práticasdialógicas pode contribuir para o aprofundamento das questões socioambientais. Parte-se dasexperiências adquiridas durante o período de capacitação do projeto de extensão “Aonde foi parar omeu lixo?” vinculado ao Núcleo de Pesquisas e Estudos Socioambientais da Universidade FederalFluminense. Verificou-se que as práticas dialógicas fundamentadas no modelo de comunicaçãohorizontal possibilitaram a constituição dos participantes como sujeitos ativos e a apreensão darealidade como um processo contínuo de transformação, em que os aspectos ecológicos estãoassociados aos sociais. Assim, demonstra-se a necessidade de construir espaços favoráveis aosprocessos participativos, enfatizando a ruptura com a comunicação vertical e a formação de indivíduoscada vez mais conscientes dos seus papéis enquanto sujeitos sociais.
Publicado
16-05-2022
Seção
Banner - Meio Ambiente