JOGOS EDUCATIVOS PARA AUXILIAR O ENSINO DOS CONTEÚDOS DE QUÍMICA DA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

  • Milena Diniz Lessa
  • Larissa Codeço Crespo
  • Rosana Giacomini
Palavras-chave: jogos educacionais, ensino de química, construtivismo

Resumo

Jogos educativos podem atuar como recurso de ensino auxiliando o professor na complementação das aulas, proporcionando estímulo e interesse aos alunos. O jogo estimula o raciocínio lógico, proporciona uma forma dinâmica de aprender e construir o conhecimento e promove comportamentos sociais atuando também sobre o aspecto disciplinar. Reconhecendo a relevância deste recurso, este trabalho propõe o desenvolvimento de jogos para auxiliar o ensino de conteúdos para a 2ª série do Ensino Médio. A aplicação dos jogos está ocorrendo no Colégio Estadual 15 de Novembro, nas turmas do 2° ano do Ensino Médio. Neste trabalho apresentaremos os resultados do jogo Bingo dos Compostos. Este jogo tem objetivo construir conceitos e trabalhar o cálculo da massa molar dos compostos químicos. O mesmo foi produzido com papel cartão e os marcadores foram feitos de material emborrachado. A dinâmica ocorre como num bingo tradicional, porém os números não são sorteados diretamente. O professor sorteia um composto e o aluno obtém o número que deverá marcar em sua cartela pelo cálculo da massa. Para avaliar a eficiência do recurso, foi aplicado um exercício após a atividade, que envolveu 80 alunos. Os resultados obtidos, pela análise dos dados coletados do exercício aplicado, foram satisfatórios. O exercício continha uma questão, com quatro compostos, na qual os alunos deveriam relacionar a fórmula do composto com sua massa molecular. O percentual de alunos que acertou as quatro opções foi igual a 95%, 3,8% acertaram 2 opções e 1,2% acertou apenas 1 opção. Ao avaliarem a participação no jogo, 45% dos alunos consideraram sua participação muito boa; 21,2% consideraram sua participação boa; 25% consideraram a participação razoável e 8,8% dos alunos apresentaram alguma dificuldade no jogo. O jogo Bingo dos Compostos mostrou ser um recurso lúdico válido, tornando o ensino de Química mais contextualizado, interessante e divertido. Como observado pelo professor das turmas, no momento da atividade pode-se notar uma participação muito mais efetiva dos alunos, comparado com as aulas tradicionais.