Metabolismo de Glicose em Ovos em Diapausa do Mosquito Aedes aegypti

  • Renato Martins da Silva
  • Wagner de Oliveira Vital
  • Francisco José Alves Lemos
  • Jorge Logullo de Oliveira
Palavras-chave: diapausa, metabolismo, embriogênese

Resumo

Diapausa consiste em uma adaptação fisiológica de insetos pela qual certos processos reprodutivos e comportamentais são alterados para permitir a sobrevivência dos insetos sob condições adversas (Marquardt et al, 2005; Tauber et al, 1986; Danks, 1987). Assim, os insetos têm o potencial de sofrer aumentos significantes em sua atividade em condições favoráveis (Roff, 1980, 1983), ou entrarem em diapausa quando em condições desfavoráveis (Carriere et al, 1995). Mosquitos da tribo Aedini produzem ovos resistentes à dessecação e ao frio através de diapausa. Nesse contexto, o fenômeno da diapusa dos ovos de A.aegytpi consiste em um fator de resistência facilitando a reinfestação de áreas pelo mosquito. Os aminoácidos derivados da alimentação sanguínea no mosquito podem ser usados para a síntese de proteínas e de lipídeos nos ovos ou, em condição energético desfavorável, serem oxidados pelos tecidos da fêmea. No entanto, existem poucos trabalhos que elucidam o metabolismo de carboidratos; o metabolismo de carboidratos é muito importante e essencial para uma embriogênese normal. Sendo assim este trabalho tem como foco o metabolismo de glicose, e atividade de enzimas chave no metabolismo energético. Ovos de A. aegypti foram obtidos sincronicamente e mantidos a 28°C. A Diapausa foi induzida através de ressecamento, iniciando às 48 horas após a ovoposição (HAO). Três grupos de ovos de A. aegypti foram estabelecidos como ovos pré-diapausa (PD, congelado em nitrogênio líquido 48 HAO e não exposto à dessecação), ovos em diapausa (ovos D, mantidos secos por duas semanas) e ovos pós-diapausa (PsD, a diapusa foi interrompida pela reidratação dos ovos-D com água). Piruvato kinase (PK) e glicose 6-fosfato desidrogenase (G6PDH) foram determinadas pela análise da via da glicólise e via das pentose fosfato e ambas as vias foram reduzidas durante a diapausa. Em adição, a gliconeogênese foi observada pela determinação da atividade da fosfoenolpiruvato carboxikinase (PEPCK). Nossos resultados sugerem que a indução de diapausa foi capaz de aumentar a atividadede PEPCK. Curiosamente, a hidratação de ovos-D estimulou uma maior atividade de PEPCK. Outros estudos sobre o conteúdo de glicogênio nestes ovos estão a caminho e podem contribuir para compreender melhor o metabolismo de carboidratos neste estágio.

Biografia do Autor

Wagner de Oliveira Vital
Lab. Química e Função de Proteínas e Peptídeos
Francisco José Alves Lemos
Lab. De Biotecnologia – CBB – UENF – Rio de Janeiro, Brasil.
Jorge Logullo de Oliveira
Lab. Química e Função de Proteínas e Peptídeos