PRODUÇÃO DE ARGAMASSAS A PARTIR DA ATIVAÇÃO ALCALINA DE CINZA DA CASCA DE ARROZ E DE SÍLICA ATIVA POR CAL VIRGEM

  • Laura Rebel Moreira Alves
  • Sergio Luis González Garcia
  • Guilherme Chagas Cordeiro
Palavras-chave: Material Cimentício, Resíduos Industriais, Ativação Alcalina

Resumo

O presente projeto visa a procura por um material barato e sustentável que de alguma forma reduza o impacto ambiental da produção de aglomerantes com o uso de duas pozolanas, sendo elas a cinza da casca de arroz e a sílica ativa, e um ativador, a cal virgem. O projeto visa estudar a ativação alcalina desses materiais pozolânicos com cal virgem em pastas e encontrar a proporção ideal entre pozolana, cal virgem e água para que as mesmas apresentem as melhores condições possíveis. Com a utilização destes resíduos como substitutos do cimento Portland, proporciona economia e representa um passo importante com relação ao meio ambiente. Inicialmente foram realizadas a análise química dos resíduos e a perda ao fogo, sendo obtidas as relações entre o Cálcio presente na cal virgem, e o Silício presente na pozolana, que variam de 0,5 a 2,5 com intervalos de 0,25. Para determinar as relações água/sólidos foram feitos testes de Slump de acordo com a norma NBR7223. A menor relação água/sólidos apresentada pela pasta com sílica ativa foi de 1,2, superior a da cinza da casca de arroz que foi de0,70. Com estes resultados para cada pozolana, foram selecionados os pontos médios e extremos da curva (Ca/Si vs água/sólidos) e preparadas amostras para realização deensaios de difração de raios X (DRX), que realiza uma análise mineralógica dos sólidos cristalinos presentes no material. Estes ensaios foram realizados para idades de 3, 7 e 14 dias. Com posse destes resultados, foram obtidos gráficos comparativos entre as diferentes idades, indicando o comportamento do material e a sua formação em diferentes idades.