SELEÇÃO DE RANK MEDIANO PARA OTIMIZAÇÃO DAS VARIÁVEIS DETERMINADAS PELO MÉTODO GRÁFICO

  • Victor Pessanha Tamy
  • Eduardo Atem de Carvalho
Palavras-chave: Distribuição de Weibull, parâmetro de localização, rank de probabilidade

Resumo

O modelo de Weibull tem sido usado em grande número de trabalhos científicos devido em grande parte a sua flexibilidade em se adaptar às diversas distribuições de freqüência acumuladas, bem como sua adequação ímpar ao controle de processos que envolvam falhas de materiais ou peças, assim, passou a ser empregado por diversas áreas do conhecimento e descreve até uma propriedade de materiais frágeis, o Módulo de Weibull, sendo adequado para descrever a força aplicadas nos materiais cerâmicos. Foram feitos corpos de prova em argila com amostra que foi coletada na baixada campista e depois de secada ao ar livre, a argila foi secada em estufa a 110 oC durante 24 horas, para a conformação da mesma foram utilizados uma matriz de aço com cavidade retangular, com pressão de compactação em cerca de 31 MPa. A etapa de queima dos corpos de prova fabricados foi realizada em um forno elétrico marca BRASIMET e após serem queimados os corpos de prova foram submetidos a ensaios de flexão a 4 pontos. A partir dos valores dos ensaios de flexão a 4 pontos, foi gerado sublotes, que foram analisados como se fossem novos lotes, na comparação dos métodos e Máxima Verossemelhança e Kaplan-Meir. Através das análises feitas a melhor formulação para descrever um lote de amostras em uma solução gráfica são os Estimadores de Kaplan-Meir, que obtiveram sempre o maior valor, independente do tamanho do lote. Embora estas diferenças tenham sido relativamente pequenas no lote e sub-lotes analisados, não existe garantia que o mesmo ocorrerá sempre, portanto, uma análise inicial do fenômeno estudado se faz necessária.