CARACTERIZAÇÃO DA QUALIDADE DE ÁGUA DE BACIAS HIDROGRÁFICAS DAS REGIÕES VIII e IX DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

  • Wanessa Alves Duarte
  • Mariana Rodrigues de Carvalhaes Pinheiro
  • Maria Inês Paes Ferreira
Palavras-chave: Gestão de Recursos Hídricos, Regiões Hidrográficas VIII e IX-RJ, Índice de qualidade de água

Resumo

A importância estratégica dos recursos hídricos para a economia e para a sociedade tem como desafio a gestão integrada das águas com o intuito de compatibilizar os modos de apropriação desses recursos. O presente trabalho objetiva a caracterização da qualidade de água dos rios Macaé, Imboacica e da foz do rio Paraíba do Sul, de modo a estabelecer o Índice de Qualidade de Água (IQA), e a elaborar propostas de enquadramento total ouparcial de tais corpos hídricos. A falta de planejamento abrangente e de controle e fiscalização na utilização dos recursos hídricos estaduais, aliada à poluição oriunda dolançamento de esgotos domésticos e industriais não tratados, das atividades agrícolas e das captações irregulares e ao desmatamento são os principais fatores de degradação que vêm, em última instância, contribuir para a diminuição do volume e da qualidade da água nasbacias contempladas pelas Regiões Hidrográficas (RHs) VIII e IX do Estado do Rio de Janeiro - foco do presente estudo. Para o monitoramento da qualidade da água, o Rio Macaé foi dividido em quatro seções, sendo três pontos de coleta em cada uma: superior, médiosuperior, médio-inferior e inferior. Utilizaram-se parâmetros que visam principalmente verificar o impacto das fontes de poluição e avaliar se sua qualidade é adequada ao uso atual ou pretendida. Foram coletadas e analisadas amostras de águas nas três bacias em estudo, cujos resultados vêm sendo disponibilizados para toda sociedade, incluindo ANA, SERLA, governos municipais entre outros, por meio do Observatório Ambiental Alberto RibeiroLamego. O cálculo do IQA foi realizado para cada trecho da bacia hidrográfica do Rio Macaé. Por meio de quatro campanhas de campo nesta bacia, foi feito um levantamento dos usos principais da água visando correlaciona-los com os dados de qualidade. Esses dados eos de uso múltiplo da água foram então compilados, visando a transposição de linguagem da metodologia utilizada e dos resultados obtidos. Os produtos finais foram mapas temáticos com os usos da água, o IQA e fontes de poluição, que serão repassados à FAPERJ, que apóia o projeto por meio do Edital Temas Prioritários para o Estado do Rio de Janeiro.ReferênciasLANNA, A. E. Gestão dos Recursos Hídricos. In: TUCCI, C.E.M. (Org). Hidrologia: Ciência e Aplicação, 3. ed. UFRGS/ABRH, 2004.TUCCI, Carlos E.M. Gestão da água no Brasil. Brasília: UNESCO, 2001. 156 p.

Biografia do Autor

Wanessa Alves Duarte
INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE – NUPERN - Graduando em Engenharia de Controle e Automação
Mariana Rodrigues de Carvalhaes Pinheiro
INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE/ campus Macaé – NUPERN- Mestrada em Engenharia Ambiental
Maria Inês Paes Ferreira
INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE/ campus Macaé – NUPERN - Profa. Dra. em Ciência e Tecnologia de Polímeros – Orientadora