INFLUÊNCIA DE BACTÉRIAS INTESTINAIS DE AEDES AEGYPTI NA SELEÇÃO DE SÍTIOS DE OVIPOSIÇÃO E ALIMENTAÇÃO

  • Dayana Caldas Cardoso Sardinha
  • Francisco José Alves Lemos
  • Desiely Silva Gusmão
Palavras-chave: Aedes aegypti, Microbiota intestinal, Asaia sp.

Resumo

Os insetos são usados como hospedeiros por um grande número de microrganismos, os quais podem colonizar e se reproduzir no trato digestivo e no sistema reprodutivo,desempenhando papéis-chave na fisiologia do hospedeiro. A microbiota intestinal de Aedes aegypti vem sendo investigada e tem sido verificado que a mesma apresenta papéis importantes na nutrição, reprodução, desenvolvimento e comportamento do mosquito. Estetrabalho tem como objetivo avaliar a transmissão de  bactérias entre as gerações de Ae. aegypti. Fêmeas foram alimentadas com sangue através de um alimentador artificial e durante 48h verificou-se a excreção de fezes no mesmo substrato onde os ovos foram depositados. As fezes continham bactérias vivas. Para verificar se as bactérias são necessárias ao desenvolvimento larval, utilizou-se tetraciclina para redução de número de bactérias no meio. A aplicação do antibiótico na água onde ovos de Ae. aegypti foram depositados impediu a eclosão larval. Cem porcento dos ovos mantidos na presença de tetraciclina não geraram larvas. Larvas de 1º. instar também tiveram o desenvolvimento prejudicado na presença do antibiótico. Fêmeas alimentadas com sangue foram introduzidas num sistema de gaiolas conectadas criado para avaliar a influência de bactérias intestinais na seleção de sítio de oviposição. Em cada gaiola, suspensão de uma bactéria intestinal foi adicionada ao sítio de oviposição. Foi verificado que Asaia sp. atraiu fêmeascom maior eficiência. Através do oferecimento às fêmeas de soluções de sacarose coloridas artificialmente contendo ou não Asaia sp. foi verificada a capacidade desta bactéria na atração de mosquitos para fontes de carboidratos. Asaia sp. é encontrada naturalmente em néctar, o que deve ter favorecido a associação da mesma aos mosquitos. Através desses resultados sugere-se Asaia sp. ao ser depositada junto com as fezes num determinado sítio possa desempenhar uma função sinalizadora de locais propícios à deposição de ovos e desenvolvimento larval. Os dados indicam que as bactérias intestinais de Ae. aegypti sãoessenciais para a fase larval do mosquito, sendo que sua ausência determina a interrupção do ciclo de vida do inseto.