SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL DAS FRENTES DE CORTE DE CANA DE AÇÚCAR

  • Leonardo do Espírito Santo Francisco
  • João José de Assis Rangel
Palavras-chave: Simulação, Lead Time, Cana de Açúcar

Resumo

Foi constatado um crescimento no consumo de etanol, em escala mundial, nos últimos anos. Isto tem acontecido em virtude do aumento da procura por bicombustíveis. O Brasilpossui de longas datas uma cultura de cultivo de cana de açúcar, mas ainda não a aproveita de forma ideal, o que levaria ao aumento da escala de produção. Um ponto que recebe destaque é o relativo ao tempo em que a cana-de-açúcar leva desde o momento do corte até a moagem nas instalações da usina, este é chamado de lead time. Neste contexto, a utilização da simulação computacional tem sido um auxílio para análises e tomadas de decisão. Este projeto analisa o sistema de corte, carregamento e transporte da cana-deaçúcar (conhecido como CCT) através desta ferramenta. No  ecorrer deste trabalho foram desenvolvidas várias atividades que contribuíram para a realização deste projeto. Algumas destas são: Coleta de dados das lavouras de cana de açúcar e das usinas; Desenvolvimentodo modelo que aborda as Frentes de Corte (FC’s) semi mecanizadas; Construção do modelo que aborda as FC’s mecanizadas; Formulação do modelo integrando FC’s semimecanizadas e mecanizadas; Testes e validação do modelo descrito anteriormente; Construção de um modelo único Integrando FC’s semi mecanizadas, mecanizadas etratamento da cana de açúcar na usina; Testes e validação citado no item anterior. Este último modelo representa todo o sistema de Corte Carregamento Transporte Recepção e descarregamento da cana de açúcar. Os resultados mostram uma relação direta do lead time(somatório dos tempos relativos às operações de corte, carregamento, transporte, pesagem e até ao momento final da moagem da cana-de-açúcar) e os diferentes sistemas de corte utilizados atualmente (semi mecanizado e mecanizado). Os resultados também mostram que aumentando o nível de mecanização da lavoura diminui significantemente o lead time da cana, que influencia diretamente na qualidade desta ao chegar à usina.