MATERIAIS DIDÁTICOS ESPECIALIZADOS PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL NO ENSINO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

Autores

  • Luana Carvalho Batista
  • Renata Barbosa Gonçalves
  • Carla Cristina Da Silva Oliveira
  • Gleydiane de Barros Ferraz
  • Sirley Brandão dos Santos

Palavras-chave:

Ciências da Natureza, Deficiência Visual, Material Especializado

Resumo

Os conteúdos da área de Ciências da Natureza utilizam uma linguagem própria, em que figuras, gráficos e símbolos são comuns. As atividades desenvolvidas na Pesquisa em Educação Inclusiva com Ênfase em Ciências da Natureza e Matemática: Elaboração de Material Didático Especializado e Formação Continuada de Professores referentes à elaboração de materiais didáticos especializados para o ensino de Ciências da Natureza, têm o objetivo de acessibilizar essa linguagem aos alunos com deficiência visOs materiais didáticos especializados desenvolvidos para a área de Ciências da Natureza foram de dois tipos: matrizes e material concreto. As matrizes para a área de Biologia foram sobre pinocitose, fagocitose, difusão e características da mitocôndria; na área de Química: evolução dos modelos atômicos e geometria molecular; e na área de Física: gráficos do movimento uniforme e uniformemente variado, acoplamento de polias e plano inclinado. O material concreto foi elaborado com ímãs e etiquetas em Braille (com os símbolos dos elementos), para que os alunos pudessem montar as estruturas moleculares. Realizou-se uma aplicação do material com 8 alunos cegos.No ensino de Ciências, constatam-se várias contradições, como resultado ocorre à indiferença dos alunos por esta área, no caso de alunos com deficiência visual são necessários materiais adaptados (COSTA; NEVES, 2002). A utilização das figuras adaptadas permitiu aos alunos com deficiência visual à identificação e distinção de especificidades. Percebeu-se que obtiveram um melhor entendimento dos cálculos relacionados ao estudo dos Movimentos, sendo capazes de relacionar as situações presentes nos gráficos com as equações. A utilização do material concreto permitiu que estes alunos construíssem a estrutura molecular (desenhos construídos pelos videntes) e fizessem à leitura através do tato.Os resultados obtidos mostraram que os materiais elaborados contribuiram para o processo de ensino-aprendizagem dos alunos com deficiência visual, superando as barreiras da linguagem visual presente na área de Ciências da Natureza e permitindo aos mesmos a realização das atividades propostas.

Biografia do Autor

Luana Carvalho Batista