AVALIAÇÃO DO PEGAMENTO E COMPATIBILIDADE DE ENXERTIA ENTRE A GOIABEIRA E ARAÇAZEIROS DE DIFERENTES PROCEDÊNCIAS

Autores

  • Graziella Siqueira Campos
  • Renata Rodrigues Robaina
  • Cláudia Sales Marinho
  • Ricardo Moreira de Souza

Palavras-chave:

Psidium cattleianum, P. eugeniaefoliae, propagação da goiabeira

Resumo

O araçazeiro é frutífera nativa do Brasil e algumas espécies apresentam potencial para consumo in natura, para uso na agroindústria (Franzon, 2004) e, segundo Cid e Carneiro (2007) algumas seleções apresentam potencial para uso como porta-enxerto, por sua resistência ao nematóide Meloidogyne mayaguensis. O objetivo desse trabalho será verificar o pegamento e a compatibilidade de enxertia entre a goiabeira e seleções de araçazeiros e o tempo para produção da muda enxertada.O delineamento experimental utilizado foi o DIC, com quatro tratamentos compostos pelos tipos de porta-enxertos (Psidium guajava L.; Psidium eugeniaefoliae; Psidium cattleyanum e Psidium spp.). Cada parcela foi composta por oito plantas e foram utilizadas cinco repetições. A produção dos porta-enxertos foi por via seminífera. Os frutos foram colhidos maduros, e as sementes foram extraídas, limpas e tratadas antes da semeadura. Quando as plantas atingiram altura média de 30 cm, estas foram transplantadas para vasos cônicos de 3,8 L.Aos 305 dias após a semeadura a maior média em altura foi observada para P. cattleyanum seguida por P. guajava e Psidium spp. A menor altura foi observada para P. eugeniaefoliae. Observou-se que a maior compatibilidade em diâmetro de caule, característica importante para a compatibilidade de enxertia, ocorreu entre as espécies de Psidium guajava, Psidium spp. e P. cattleyanum, com diâmetros de caule (medidos a 10 cm de altura do colo) de 6,60, 6,28 e 5,53, respectivamente. Na próxima etapa pretende-se chegar à formação da muda enxertada. A enxertia será realizada quando o diâmetro médio das mudas atingirem o mínimo de 8 mm.Até o momento, foi verificado vigor adequado dos araçazeiros para uso como porta-enxertos. A metodologia empregada na produção desses porta-enxertos tem se mostrado adequada em relação ao tratamento das sementes, tipo de substrato e adubação empregada.

Biografia do Autor

Renata Rodrigues Robaina