INFLUÊNCIA DA VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO NO DESEMPENHO DE UMA SEMEADORA-ADUBADORA DE TRAÇÃO ANIMAL NO NORTE FLUMINENSE

Autores

  • Delorme Corrêa Júnior
  • R. F. Garcia
  • W. G. Vale
  • M. A. Biazatti
  • J. F. Vasconcellos Junior

Palavras-chave:

Mecanização agrícola, semeadoras-adubadoras, tração animal

Resumo

Em experimento realizado na Universidade Estadual do Norte Fluminense DarcyRibeiro, em Campos dos Goytacazes, RJ, avaliou-se o desempenho de uma semeadora-adubadorade tração animal no plantio de milho (Zea mays). Os testes foram feitos em blocos casualizados,com a utilização de três velocidades de deslocamento (0,9; 2,2 e 2,9 km h-1), com três repetiçõespara cada tratamento. No experimento, foi avaliada a patinagem da semeadora-adubadora, aprofundidade de semeadura, o espaçamento entre sementes, o número de sementes distribuídaslinearmente e o índice de germinação das sementes após passar pelo mecanismo dosador desementes. De acordo com a análise estatística e os resultados encontrados, feita para cada parâmetroavaliado, observou-se influência significativa da velocidade de deslocamento apenas no número desementes distribuídas linearmente e na germinação de sementes após passagem pelo sistema dedosador.

Biografia do Autor

Delorme Corrêa Júnior

UENF - Laboratório de Engenharia Agrícola

R. F. Garcia

UENF - Laboratório de Engenharia Agrícola

W. G. Vale

UENF - Laboratório de Engenharia Agrícola

M. A. Biazatti

UENF - Laboratório de Engenharia Agrícola

J. F. Vasconcellos Junior

UENF - Laboratório de Engenharia Agrícola

Downloads