PARÂMETROS PARA ELETROPORAÇÃO DE OVÓCITOS BOVINOS MATURADOS IN VITRO PARA INTRODUÇÃO CITOPLASMÁTICA DE TREALOSE

Autores

  • Janaina Leite Pereira
  • C. S. Paes de Carvalho
  • R. F. Daher
  • A. J.B. Dias

Palavras-chave:

criopreservação, poros transitórios, membranas

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eletroporação como ferramenta paraintrodução citoplasmática da trealose em ovócitos bovinos, visando sua utilização como crioprotetorintracelular. Inicialmente foram testados dois sistemas para a eletroporação (placa e cubeta) a fimde comparar a eficiência e praticidade de cada um deles. Em seguida foi avaliado o efeito daeletroporação utilizando 20 e 40 V, em meio com trealose. Posteriormente foi comparada aeletroporação com 40 e 130 V. A integridade da membrana plasmática após a eletroporação foiavaliada pela marcação com iodeto de propídio. Melhores resultados foram obtidos com a placa deeletroporação. No segundo experimento, a eletroporação com 40 V permitiu melhorpermeabilização dos ovócitos que a de 20 V (86 e 60%, respectivamente). No último experimento,ovócitos eletroporados com 40 V e 130 V não apresentaram diferença significativa parareestruturação da membrana plasmática. A utilização da placa se mostrou de maior praticidade quea cubeta e a utilização de parâmetros com 40 V, pode ser mais adequada que com 130 V, paraintrodução citoplasmática da trealose , por impor os ovócitos a condições de menor estresse.

Biografia do Autor

Janaina Leite Pereira

UENF Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

C. S. Paes de Carvalho

UENF Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

R. F. Daher

UENF Laboratório de Engenharia Agrícola

A. J.B. Dias

UENF Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético

Downloads