SOBREPESO E OBESIDADE INFANTIL: INFLUÊNCIAS DOS (MAUS) HÁBITOS MODERNOS NA SAÚDE

Autores

  • Cleitor Gomes Mesquita
  • R. M. Lima

Palavras-chave:

obesidade, mau hábito alimentar, sedentarismo

Resumo

A obesidade infantil é um problema de saúde pública preocupante devido ao riscoaumentado de sua persistência na idade adulta e pelos riscos de doenças a ela relacionadas. Oobjetivo deste trabalho foi verificar a prevalência de sobrepeso e/ou obesidade infantil na cidade deCampos/RJ e os fatores a ela associados. Para tanto, foi aplicado um questionário avaliativo,compostos por 21 questões, nas turmas do 1º ao 7º ano do Ensino Fundamental. A pesquisa foirealizada com 811 alunos, com idade entre 5 e 17 anos. Os dados da pesquisa revelaram que 17%dos estudantes apresentaram sobrepeso e 11% obesidade. Dados da pesquisa revelaram tambémuma percentagem significativa de sedentarismo entre os entrevistados, já que 45% das meninas e24% dos meninos afirmaram não praticar ou às vezes praticar algum tipo de atividade física. Alémdo sedentarismo, os estudantes demonstraram preferência por alimentos ricos em carboidratos e debaixo valor nutricional, citados em 65%. Com o intuito de aumentar a compreensão dos efeitos dodesequilíbrio nutricional à saúde, foi realizada a análise do teor de sal de biscoitos citados pelosestudantes na pesquisa, através da gravimetria e do Método de Mohr. Adicionalmente foi realizadaextração e quantificação de lipídeos totais pelo Método Bligh-Dyer. Tendo em vista os índices desobrepeso e obesidade observados na pesquisa, faz-se necessário argumentar com as autoridades,elaborar e implementar pesquisas, visando um aprofundamento sobre as temáticas sobrepeso eobesidade.

Biografia do Autor

Cleitor Gomes Mesquita

IFF Campus Campos - Centro/Núcleo de Pesquisa em Gestão Ambiental

R. M. Lima

IFF Campus Campos - Centro/Núcleo de Pesquisa em Gestão Ambiental

Downloads