EFEITO DO IBUPROFENO ADMINISTRADO UMA HORA ANTES DA INOVULAÇÃO DE EMBRIÕES BOVINOS

Autores

  • Héctor Javier Narváez Bedoya
  • R. S. Fontes
  • R. L.D. Costa
  • L. Z. Moreira
  • G. M. Micán

Palavras-chave:

bovinos, transferência de embriões, antiinflamatórios não esteróides, prostaglandinas, taxa de prenhez

Resumo

Algumas pesquisas descrevem aumento nas taxas de prenhez em receptoras de embriõesapós a administração de antiinflamatórios, como estratégia para inibir a atividade da enzimaciclooxigenase e síntese de PGF2?, possivelmente desencadeado por um processo inflamatório localinduzido pela manipulação do trato reprodutivo no momento da inovulação dos embriões. Avaliou-se oefeito do ibuprofeno administrado uma hora antes da inovulação de embriões bovinos, visandomelhorar as taxas de prenhez. Após a avaliação da resposta ao protocolo de sincronização do estro, 76fêmeas selecionadas como receptoras de embriões foram distribuídas em dois grupos (G)experimentais: G1 (n=25) receptoras usadas como controle, G2 (n=30) receptoras que receberamibuprofeno 5mg/kg, I.M, uma hora antes da inovulação dos embriões. As taxas de prenhez foram de16% (4/25) e 43,3% (13/30), para os grupos G1 e G2, respectivamente. Observou-se diferençaestatística (P<0,024) na taxa de prenhez do G2 quando comparado ao G1. A administração doibuprofeno por via intramuscular uma hora antes da inovulação dos embriões resultou em melhor taxade prenhez em receptoras da raça Nelore.

Biografia do Autor

Héctor Javier Narváez Bedoya

UENF/Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

R. S. Fontes

UENF/Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

R. L.D. Costa

Pesquisador da APTA Regional Extremo Oeste, Andradina-SP

L. Z. Moreira

UENF/Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

G. M. Micán

Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal

Downloads