AVALIAÇÃO DOS ADESIVOS N-BUTIL-CIANOACRILATO E ETIL-CIANOACRILATO NA FERIDA ESPLÊNICA EM RATOS: MODELO EXPERIMENTAL

Autores

  • G. R. Silveira UENF
  • M. C. Cruz UENF
  • D. B. Souza UENF
  • G. B. Mothé UENF
  • E. J. Abílio UENF

Palavras-chave:

Baço, Adesivos, Hemostasia, Ratos, Cianoacrilato

Resumo

Os adesivos cirúrgicos são uma alternativa às suturas convencionais tendo vantagenscomo a facilidade técnica de aplicação, diminuição do período trans-operatório, controle dehemorragias e lesões traumáticas. Foram usados 48 ratos Wistar pesando cerca de 400g distribuídosem três tratamentos sendo A (controle) com 12 animais, B (etil-cianoacrilato) com 18 animais e C(n-butil-cianoacrilato) com 18 animais. Foi realizada laparotomia mediana e a ferida do baçopadronizadab em 4 mm de profundidade. Após a realização da ferida os três grupos receberamcompressão digital por 1 minuto, recebendo os grupos B e C adesivo na fenda após a compressão. Ametade dos animais de cada grupo sofreu eutanásia após 14 dias e o restante após 28 dias. Aavaliação macroscópica revelou aderências, na histopatologia visualizou-se reação de células dotipo corpo estranho. A polimerização do adesivo n-butil-cianoacrilato foi mais eficiente que oadesivo etil-cianoacrilato, sendo o tempo do adesivo etil-cianoacrilato superior aos demais. Adiferença na polimerização faz do adesivo n-butil-cianoacrilato ser o mais indicado na ferida debaço, embora ambos sejam compatíveis na cavidade abdominal em ratos.

Biografia do Autor

G. R. Silveira, UENF

UENF/ Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal (LCCA), graziela_sil@gmail.com

M. C. Cruz, UENF

UENF/ Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal (LCCA), marciacristinadacruz@yahoo.com.br

D. B. Souza, UENF

UENF/ Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal (LCCA), diogobenchimol@gmail.com

G. B. Mothé, UENF

UENF/ Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal (LCCA), gabimothe2@hotmail.com

E. J. Abílio, UENF

UENF/ Laboratório de Clínica e Cirurgia Animal (LCCA), edabilio@uenf.br

Downloads

Publicado

06-02-2013