GRAFITIZAÇÃO DE DIAMANTES

  • Matheus Paes Peçanha UENF
  • Marcello Filgueira UENF
Palavras-chave: grafitização, diamantes,

Resumo

As ferramentas diamantadas destinadas ao corte são compósitos constituídos de partículas de diamantes embebidas numa matriz metálica ligante. Para fazer a adesão de diamantes na matriz utiliza-se um ligante, sendo cobalto (Co) o mais usado. Devido dificuldades para obter cobalto e seu alto custo, pesquisadores estão trabalhando em novos ligantes a base de ferro (Fe) e cobre (Cu) com pouca adição de cobalto, porém o ferro é um forte catalisador na transformação de diamante em grafite.Para o estudo da grafitização de diamantes, será feito o preparo das amostras e sua posterior caracterização. As amostras serão preparadas através de uma mistura de pós de Fe e diamantes em um misturador industrial. Então, serão prensadas e depois passarão por um tratamento térmico de sinterização. A caracterização será feita em três etapas: DRX, FT-IR e avaliação estrutural. A DRX indicará quais fases estão presentes na amostra; a FT-IR, será utilizado para observar a formação dos espectros das bandas de absorção C-C da estrutura grafítica e do diamante. A avaliação estrutural será feita para visualizar os danos térmicos causados na superfície do diamante.Será analisado a possível grafitização de diamantes nas condições industriais de processamento e será avaliada a influência do ferro na graftização de diamantes, pois ele é um forte catalisador desta reação.Pretende-se obter informações mais precisas sobre os parâmetros ideais de processamento de ferramentas diamantadas via metalurgia do pó.
Publicado
01-03-2013