ESTIMATIVA DE IDADE DO BOTO-CINZA, SOTALIA GUIANENSIS, DO LITORAL DO ESPÍRITO SANTO

  • Carolina Torres Azevedo UENF
  • Anna Paula Martins De Carvalho UENF
  • Juliana Ywasaki UENF
  • Lupércio De Araújo Barbosa UENF
  • Leonardo Serafim Da Silveira UENF
Palavras-chave: Estimativa de idade, boto-cinza, Sotalia guianensis,

Resumo

O boto-cinza (Sotalia guianensis) é uma espécie encontrada no Brasil e está distribuída ao longo de grande parte da América Central e América do Sul. Estudos relacionados à estimativa de idade são de estrema importância para o conhecimento da biologia e ciclo de vida desses animais. Esse trabalho teve como objetivo criar um padrão de estimativa de idade através da radiografia das nadadeiras peitorais além da análise de morfologia para estudos sobre estoques populacionais.As nadadeiras peitorais, os dentes utilizados e os 25 caracteres métricos foram coletados de animais provenientes de encalhes ou captura acidental do estado do Espírito Santo. As nadadeiras dos 37 espécimes foram radiografadas em pares e analisadas através da classificação de Ogden et al (1981), em que o grau de ossificação de centros secundário do úmero até as falanges são divididos em sete estágios. Os dentes foram preparados pela técnica de Hohn et al (1989), e realizadas três leituras das camadas de crescimento (GLG’S) para estimar a idade. As 25 medidas métricas foram feitas usando uma fita métrica comercial. Foi empregada análise estatística descritiva para as respectivas variáveis.Os espécimes variaram de zero a 20 anos. Foram encontrados epífises em todos os graus de ossificação descritos, não sendo observada diferença no grau de ossificação entre nadadeira direita e esquerda. Através do teste de correlação de Pearson observou-se que a epífise distal do rádio foi a que apresentou uma maior relação com a idade (r=0,8250) quando comparada com r=0,7550 para a epífise distal da ulna e com r=0,7794 para os metacarpos,mostrando uma relação significativa entre as variáveis. A correlação da idade com outras medidas morfométricas ainda serão avaliadas através das análises estatísticas descritas acima.A análise das nadadeiras peitorais pode ser utilizada para avaliação de desenvolvimento do boto-cinza e é um método menos invasivo, pois evita o estresse da extração do dente. Medidas morfológicas serão avaliadas para uma conclusão mais precisa a respeito do melhor parâmetro a ser utilizado.
Publicado
07-03-2013