UTILIZAÇÃO DE CINZA DE INCINERAÇÃO DE LENHA E SERRAGEM EM CERÂMICA VERMELHA

  • Dayanni da Penha Rossi UENF
  • Sergio Neves Monteiro UENF
  • Carlos Maurício F. Vieira UENF
Palavras-chave: Cinzas, Resíduo, Cerâmica Vermelha,

Resumo

A queima de biomassa acarreta a geração de cinzas, que são geralmente constituídas de elevada quantidade de sílica, de óxidos alcalinos e alcalino-terrosos. Como trata-se de um resíduo, alternativas para disposição final das cinzas vem sendo pesquisadas, como por exemplo, o uso na cerâmica. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito da incorporação de um tipo de resíduo, cinza proveniente da queima da lenha de eucalipto e serragem, nas propriedades físicas e mecânicas da cerâmica vermelha.O resíduo foi submetido a ensaios de caracterização ATD/TG e FRX. Formulações foram preparadas com incorporações de resíduo em até 10% em peso numa massa argilosa caulinítica. Foram preparados corpos de prova retangulares por prensagem uniaxial a 20 MPa para queima a 650 e 950°C. As propriedades físicas e mecânicas avaliadas foram: retração linear, absorção de água e tensão de ruptura à flexão. A microestrutura das cerâmicas queimadas foi avaliada por microscopia ótica.Os resultados indicaram que a cinza apresenta uma elevada perda de massa durante a queima, sendo predominantemente constituída de quartzo e de compostos de cálcio. A incorporação da cinza aumentou a absorção de água e reduziu drasticamente a resistência mecânica da cerâmica nas temperaturas investigadas para todas as quantidades incorporadas.O aumento da temperatura de queima acarretou um substancial incremento da retração linear de todas as composições. As cerâmicas sem cinza apresentam uma microestrutura com menos defeitos, além de uma textura mais lisa. Já as cerâmicas com cinza, apresentam porosidade de elevado tamanho, além de partículas grosseiras de quartzo.Neste trabalho de avaliação do efeito da incorporação de uma cinza, pode-se concluir que a incorporação desta em cerâmica vermelha deve ser realizada em quantidades muito pequenas desde que o incremento da porosidade não afete a absorção de água e a resistência mecânica do produto.
Publicado
07-03-2013