DISCRIMINAÇÃO E COTIDIANO ESCOLAR: O PAPEL DAS EMOÇÕES NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

  • Vanessa De Castro Bersót Pereira UENF
  • Bianka Pires André UENF
Palavras-chave: Discriminação, cotidiano escolar, aprendizagem,

Resumo

Para conhecer a realidade escolar, levando em conta aspectos econômicos, sociais e culturais, pesquisamos alunos e alunas nos seus diferentes relacionamentos dentro das comunidades escolares, assim como seus professores e familiares. Nosso objetivo é identificar a relação entre a emoção e o processo de ensino-aprendizagem no caso de alunos do ensino médio, dando ênfase aos pertencentes a famílias pobres e de ascendência negra.O estudo se inicia com uma revisão bibliográfica sobre o tema, passando para uma primeira fase exploratória onde está sendo realizado um questionário para conhecer o perfil das turmas e observar a realidade socio-cultural dos alunos. Em uma segunda fase, o trabalho de campo será mais profundo tendo ênfase nas observações em sala de aula e no recreio, assim como na realização de entrevistas. Durante a segunda fase também serão analisados os documentos escolares disponíveis. A pesquisa está sendo realizada em uma escola pública e outra privada no município de Campos dos Goytacazes tendo como participantes alunos do ensino médio, com seus respectivos pais e professores.Como a pesquisa se encontra em processo de andamento, ainda não temos resultados, mas podemos discutir sobre o que observamos ao longo desse período. Nosso estudo visa acompanhar o cotidiano escolar para conhecer a relação entre emoção e a aprendizagem, por isso algumas das falas que ouvimos em sala são interessantes para ilustrar o que está sendo estudado: A aluna 1 diz: “O professor disse que sou selvagem, EU SOU SELVAGEM MESMO”; Aluno 2: “Ser burro é fogo! Mas porque você se acha burro? As notas comprovam isso.” São através dessas falas, dos questionários que serão aplicados e das entrevistas que serão feitas que poderemos entender melhor essa relação entre a emoção e a aprendizagem.A escola como reflexo da sociedade culturalmente diversa também é palco de relacionamentos impregnados de cargas emocionais que podem produzir experiências positivas ou negativas. Esperamos descobrir de que forma a emoção pode estar relacionada com o processo de ensino-aprendizagem dos alunos.
Publicado
11-03-2013