MICROPROPAGAÇÃO DE CARINIANA LEGALIS

  • Bruno Viana Navarro UENF
  • Laura De Melo Pereira UENF
  • Claudete Santa Catarina UENF
Palavras-chave: Cariniana legalis, Germinação, Micropropagação,

Resumo

Cariniana legalis é uma espécie arbórea nativa da Mata Atlântica. Devido a sua importância econômica foi intensamente explorada, encontrando-se ameaçada de extinção. A micropropagação é uma alternativa na produção de mudas para programas de reflorestamento e restauração de áreas degradadas. O objetivo deste trabalho é desenvolver estudos de micropropagação via germinação in vitro e indução da embriogênese somática, visando à produção de propágulos da espécie C. legalis.As sementes foram submetidas à desinfecção antes da inoculação in vitro. Para a germinação in vitro, sementes foram inoculadas em meios de cultura MS e WPM, suplementados com sacarose, fitagel e carvão ativado. Na micropropagação, explantes com um e dois segmentos nodais, obtidos de plântulas germinadas in vitro, com idade de 16 semanas¸ foram inoculadas em meios de cultura MS e WPM, suplementados com sacarose, fitagel, carvão ativado e diferentes concentrações de BAP (6-Benzilaminopurina) (0, 5 e 10 ?M), ANA (ácido naftalenocético) (0, 5 e 10 ?M) e GA3 (ácido giberélico) (0 ou 10 ?M),combinados entre si. As culturas foram mantidas em fotoperíodo 16 horas de luz (22 ?mol.m2.s-1), a 25±2 ºC.As maiores taxas de germinação foram observadas em tratamentos contendo meio de cultura WPM (75,6%) comparado ao meio MS (44,4%). Com explantes de um segmento nodal, as melhores respostas foram obtidas utilizando-se meio MS suplementado com 5 ?M de BAP + 10 ?M de GA3 (34%) e meio de cultura WPM suplementado com 10 ?M de BAP (27%). Já utilizando-se explantes com dois segmentos nodais, as melhores taxas foram oriundas do meio de cultura WPM, principalmente aqueles suplementados com 5 ?M de BAP + 5 ?M de ANA (75%). No meio de cultura MS, as melhores respostas foram obtidas utilizando-se 10 ?M de BAP combinado com 5 ?M de ANA (63%).Os resultados são inéditos e mostram a perspectiva de gerar, a curto e médio espaço de tempo, tecnologias viáveis para a produção massal em larga escala de mudas desta espécie, para utilização em programas de conservação e recuperação de áreas impactadas.
Publicado
13-03-2013