EFEITO DO TRATAMENTO TÉRMICO NA ESTRUTURA DE UMA LIGA CU-AL-NI COM O EFEITO DE MEMÓRIA DE FORMA

  • Fábio de Oliveira Braga UENF
  • Anatoliy Nikolaevich Matlakhov UENF
Palavras-chave: Cu-Al-Ni, tratamento térmico, estrutura,

Resumo

O Efeito de memória de forma (EMF) é uma característica única de certas ligas metálicas que exibem transformações martensíticas reversíveis (TMR), que ao serem deformadas a baixas temperaturas, recuperam a forma original após aquecimento. As ligas Cu-Al-Ni com EMF são promissoras para aplicações em vários setores industriais. O objetivo deste trabalho é estudar a estrutura e propriedades da liga Cu-13,8Al-4Ni, obtida pela técnica fusão à plasma, no estado inicial e após o tratamento térmico.A liga investigada de composição nominal Cu-13,8Al-4,0Ni (em peso) foi obtida por fusão à plasma seguida de moldagem por injeção. Após a preparação metalográfica convencional da liga, foi realizada a caracterização por meio de microscopia ótica, microscopia eletrônica de varredura, microanálise (EDS), microscopia de força atômica, espectroscopia de emissão atômica (ICP) e difração de raios X (DRX). Foi medida a resistividade elétrica (método de 4 terminais) e a microdureza Vickers da liga bem como realizada a quantificação dos elementos estruturais presentes. O tratamento térmico (TT) realizado foi de betatização a 850°C (15 minutos) seguido de têmpera em água à temperatura ambiente.A composição química da liga Cu-14,3Al-3,9Ni, determinada por EDS e ICP, é próxima à nominal. Mostrou-se que não se manifesta a segregação dos componentes na liga. Os valores de microdureza e resistividade apresentam pequenos desvios em relação às medias (320kgf/mm2, 0.00001161ohm.cm) e indicam sobre a presença das fases intermetálicas e sobre a uniformidade da liga em composição fásica e estrutural. A análise por DRX revela as fases martensíticas gama um uma linha e beta um uma linha, de alta temperatura beta um e martensítica intermediária R. O TT não alterou a resistividade e o tamanho médio de grão da liga. A martensita aparece em forma de finas lamelas, paralelas e cruzadas em V.A técnica de fusão à plasma permite obter o material de composição desejável com alta homogeneidade química, fásica e estrutural. A presença das fases martensíticas no estado inicial da liga é devido à solidificação rápida da pequena massa de metal líquido injetado no molde metálico.
Publicado
14-03-2013